PUBLICIDADE
Topo

Datafolha em SP: Haddad lidera com 34%; Tarcísio e Garcia empatam em 2º

Fernando Haddad, Tarcísio Gomes e Rodrigo Garcia - Reprodução
Fernando Haddad, Tarcísio Gomes e Rodrigo Garcia Imagem: Reprodução

Mariana Durães e Isabella Cavalcante

Do UOL, em São Paulo

30/06/2022 19h58Atualizada em 30/06/2022 21h57

Datafolha - Pesquisa muito confiável -  -

A pesquisa Datafolha divulgada hoje aponta que o ex-prefeito da capital paulista Fernando Haddad (PT) lidera as intenções de voto para governador de São Paulo, com 34%. Em segundo lugar, aparecem empatados numericamente o ex-ministro da Infraestrutura Tarcísio de Freitas (Republicanos) e o governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), com 13% cada.

O principal cenário estimulado não considera o ex-governador Márcio França (PSB), já que há a possibilidade de o político deixar a disputa para tentar uma vaga no Senado e apoiar o candidato do PT ao governo.

A disputa tem outros seis candidatos, que empatam entre si na margem de erro - que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos -, mas não alcançam os três primeiros.

O levantamento, no entanto, não considerou um cenário de segundo turno.

A pesquisa de hoje não pode ser comparada ao levantamento do instituto para o governo de São Paulo de abril, porque nesta foram incluídos os nomes de Elvis Cezar (PDT) e Gabriel Colombo (PCB). Em abril, Haddad liderava com 35%, enquanto Tarcísio e Garcia tinham 11%.

A pesquisa Datafolha foi contratada pela Folha de S.Paulo, por R$ 231.902,00. Para sua realização, foram feitas entrevistas com 1.806 eleitores do estado entre os dias 28 e 30 de junho. A confiabilidade, segundo o instituto, é de 95%. O levantamento está registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número SP-02523/2022.

Veja os cenários:

Cenário 1 (estimulado)

  • Fernando Haddad (PT): 34%
  • Tarcísio de Freitas (Republicanos): 13%
  • Rodrigo Garcia (PSDB): 13%
  • Gabriel Colombo (PCB): 3%
  • Felicio Ramuth (PSD): 2%
  • Altino Junior (PSTU): 2%
  • Vinicius Poit (Novo): 1%
  • Abraham Weintraub (Brasil 35): 1%
  • Elvis Cezar (PDT): 1%
  • Branco/Nulo/Nenhum: 20%
  • Não sabe: 9%
Cenário 2 (estimulado)
No segundo cenário testado, com a presença de Márcio França, a vantagem de Haddad cai. O ex-governador, que aparece em segundo lugar, empata tecnicamente com o ex-ministro de Bolsonaro. Garcia empata com Tarcísio, mas não alcança o candidato do PSB. Os demais candidatos seguem isolados e empatados entre si na margem de erro.
  • Fernando Haddad (PT): 28%
  • Márcio França (PSB): 16%
  • Tarcísio de Freitas (Republicanos): 12%
  • Rodrigo Garcia (PSDB): 10%
  • Felicio Ramuth (PSD): 2%
  • Gabriel Colombo (PCB): 2%
  • Vinicius Poit (Novo): 1%
  • Abraham Weintraub (Brasil 35): 1%
  • Altino Junior (PSTU): 1%
  • Elvis Cezar (PDT): 1%
  • Branco/Nulo/Nenhum: 16%
  • Não sabe: 9%

Pesquisa espontânea

O Datafolha também considerou um cenário de pesquisa espontânea. Nesse caso, o entrevistado não é informado sobre os nomes dos candidatos. Nesse caso, Haddad e Tarcísio ficam à frente, ambos com 6%, mas também empatam tecnicamente com Márcio França e Garcia, que alcançaram 2% das intenções.

  • Fernando Haddad (PT): 6%
  • Tarcísio de Freitas (Republicanos): 6%
  • Márcio França (PSB): 2%
  • Rodrigo Garcia (PSDB): 2%
  • Candidato do PT: 1%
  • Outras respostas: 5%
  • Não sabe: 72%

Cenário de rejeição

A pesquisa Datafolha também questionou os entrevistados sobre quais candidatos não seriam escolhidos por eles em nenhuma hipótese. Fernando Haddad é o líder entre os demais concorrentes ao governo paulista, com 35% de rejeição.

Em seguida, numericamente, aparece Márcio França, com 20%. O atual governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, e o ex-ministro Tarcísio de Freitas têm 16% de rejeição cada um.

Confira:

  • Fernando Haddad (PT): 35%
  • Márcio França (PSB): 20%
  • Tarcísio de Freitas (Republicanos): 16%
  • Rodrigo Garcia (PSDB): 16%
  • Abraham Weintraub (Brasil 35): 15%
  • Gabriel Colombo (PCB): 15%
  • Felicio Ramuth (PSD): 13%
  • Altino Junior (PSTU): 12%
  • Elvis Cezar (PDT): 12%
  • Vinicius Poit (Novo): 11%
  • Não sabe: 11%
  • Rejeita todos/Não votaria em nenhum: 5%
  • Votaria em qualquer um/Não rejeita nenhum: 4%

O Datafolha é um instituto de pesquisas ligado ao jornal Folha de S.Paulo. O instituto só realiza pesquisas eleitorais financiadas por grupos de comunicação. As pesquisas geralmente são feitas abordando entrevistados em pontos de grande fluxo de pessoas em áreas estabelecidas conforme distribuição do eleitorado brasileiro.