PUBLICIDADE
Topo

Afinal, por que Geraldo Alckmin é chamado de 'picolé de chuchu'?

Alckmin prova picolé de chuchu no programa do Ronnie Von, em 2006 - Reprodução
Alckmin prova picolé de chuchu no programa do Ronnie Von, em 2006 Imagem: Reprodução

Gabriel Dias

Colaboração para o UOL

10/05/2022 10h55

"Risoto de Lula com Chuchu". Essa foi a receita compartilhada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) um dia após o lançamento da sua pré-candidatura ao Planalto. A brincadeira foi uma referência ao apelido "Picolé de chuchu" do seu pré-candidato a vice, o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSB).

Quem popularizou a expressão foi o colunista José Simão, durante as eleições de 2002 para o governo de São Paulo. De acordo com o próprio Simão, "Picolé de Chuchu" se refere ao estilo "insosso" do ex-tucano.

A expressão é usada para se referir, geralmente de forma pejorativa, a algo ou alguém sem graça ou sem gosto. O apelido pegou.

Em 2014, o próprio Lula disse que Alckmin não assumia responsabilidade pelos problemas de São Paulo e "não era à toa" que tinha esse apelido:

"Não é à toa que esse governador tem apelido de picolé de chuchu porque é uma coisa insossa, como comida sem sal. Ele nunca fala nada grave do Estado. Se tem problema, é com o governo federal ou prefeitura", comentou.

lula alckmin - Ricardo Stuckert - Ricardo Stuckert
Alckmin e Lula se uniram em chapa para a eleição presidencial
Imagem: Ricardo Stuckert

Apelido não incomoda

O apelido seguiu Alckmin por toda sua carreira política e foi sempre tema de discurso de seus adversários. Nada que o tenha impedido, no entanto, de vencer as eleições ao governo de São Paulo tanto em 2002, quanto em 2014.

Ele já declarou que esse é mesmo seu estilo "uma coisa mais discreta" e "menos palanqueira".

"Não incomoda. Eu acho que a população não quer um showman, ficar fazendo pirotecnia, espetáculo", disse Alckmin, em 2018, em entrevista ao BH News.

No início deste ano, Geraldo Alckmin reconheceu o apelido de "chuchu" em uma publicação no Twitter, quando aderiu a uma corrente viral sobre outros nomes pelos quais também é conhecido. Entre eles, chuchu.

Isso faz parte de uma estratégia para tentar popularizar a figura do ex-governador paulista nas mídias sociais. Ele tem usado mais humor nos posts.

Risoto de Lula com Chuchu

Durante o evento de lançamento da pré-candidatura, no último sábado (7), tanto Alckmin quanto Lula brincaram com o apelido e defenderam o prato "chuchu com lula".

Alckmin disse que "lula é um prato que cai bem com chuchu" e que deve se tornar um hit da culinária brasileira.

O discurso dele aconteceu por vídeo, porque ele estava com covid-19, e foi acompanhado com silêncio e respeito pelos militantes petistas.

Lula, por sua vez, disse que esse será o prato "da moda".

"Acho que vai ser o prato predileto em todo o ano de 2022", falou o petista. "Esse prato se tornará o da moda no Palácio do Planalto a partir das eleições."

Já em seu site, o ex-presidente publicou a receita para "acabar com a fome neste país". "A receita é improvável? É! Mas ficou boa? Ficou boa demais", disse o texto, que incluiu um vídeo publicado em sua conta no TikTok.