PUBLICIDADE
Topo

Exame/Ideia: Lula tem 40%, e Bolsonaro, 29%; Ciro e Moro empatam com 9%

Da esquerda para a direita, o ex-presidente Lula, o presidnete Jair Bolsonaro e os ex-ministros Ciro Gomes e Sergio Moro - Reprodução, Cleber Clauber Caetano/PR, Lucas Lima/UOL e Mateus Bonomi/AGIF/Estadão Conteúdo
Da esquerda para a direita, o ex-presidente Lula, o presidnete Jair Bolsonaro e os ex-ministros Ciro Gomes e Sergio Moro Imagem: Reprodução, Cleber Clauber Caetano/PR, Lucas Lima/UOL e Mateus Bonomi/AGIF/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

24/03/2022 08h33Atualizada em 02/05/2022 16h24

Pesquisa Exame/Ideia divulgada hoje aponta o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à frente na corrida presidencial, com 40% das intenções de voto. O petista é seguido pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), que busca a reeleição e tem 29%.

Estão empatados em terceiro lugar os ex-ministros Ciro Gomes (PDT) e Sergio Moro (Podemos), ambos com 9%. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), ficou com 2%, enquanto o de São Paulo, João Doria, teve 1%. O deputado federal André Janones (Avante) e a senadora Simone Tebet (MDB) também ficaram com 1%.

Luiz Felipe D'Ávila (Novo) e Aldo Rebelo (sem partido) tiveram 0,4% e 0,1%, respectivamente. Leite, Doria, Janones, Tebet, D'Ávila e Rebelo estão tecnicamente empatados, dentro da margem de erro.

Eduardo Leite e João Doria estão no mesmo partido, mas o governador gaúcho é cortejado pelo PSD de Gilberto Kassab para a corrida ao Palácio do Planalto. Ele perdeu as prévias do PSDB para o correligionário paulista em novembro do ano passado.

Não é possível fazer uma comparação do desempenho dos pré-candidatos em relação à pesquisa anterior, divulgada no mês passado, já que há diferença na lista de nomes apresentados como opções. Na sondagem de fevereiro, os senadores Alessandro Vieira (PSDB) e Rodrigo Pacheco (PSD) estavam na lista.

O pré-candidato Leonardo Péricles (UP) está presente nos dois levantamentos como opção para escolha, mas não consta no relatório da pesquisa divulgada hoje.

A pesquisa Exame/Ideia ouviu 1.500 pessoas entre os dias 18 e 23 de março. As entrevistas foram feitas por telefone, com ligações tanto para fixos residenciais quanto para celulares. O índice de confiança é de 95%. O levantamento foi contratado pela Exame e registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o protocolo BR-04244/2022.

Veja o resultado do cenário testado para o 1º turno:

  • Lula (PT): 40%
  • Jair Bolsonaro (PL): 29%
  • Sergio Moro (Podemos): 9%
  • Ciro Gomes (PDT): 9%
  • Eduardo Leite (PSDB): 2%
  • João Doria (PSDB): 1%
  • André Janones (Avante): 1%
  • Simone Tebet (MDB): 1%
  • Luiz Felipe D'Ávila (Novo): 0,4%
  • Aldo Rebelo (sem partido): 0,1%
  • Ninguém/branco/nulo: 4%
  • Não sabem: 2%

Pesquisa espontânea

Na pesquisa espontânea, quando os entrevistados não recebem uma lista prévia de pré-candidatos, Lula também segue líder, com 34,6% das intenções de voto. Bolsonaro tem 25%. Os demais nomes ficam empatados dentro da margem de erro.

Veja o resultado a seguir:

  • Lula (PT): 34,6%
  • Jair Bolsonaro (PL): 25%
  • Ciro Gomes (PDT): 4%
  • Sergio Moro (Podemos): 4%
  • Eduardo Leite (PSDB): 1%
  • André Janones (Avante): 0,3%
  • João Doria (PSDB): 0,1%
  • Aldo Rebelo (sem partido): 0,1%
  • Outros: 0,1%
  • Ninguém/branco/nulo: 16%
  • Não sabem: 15%

Rejeição aos pré-candidatos

Os entrevistados foram questionados sobre quais pré-candidatos eles não votariam de jeito nenhum. Nessa pergunta, foi possível dar mais de uma resposta.

Veja o resultado a seguir:

  • Jair Bolsonaro (PL): 47%
  • Lula (PT): 35%
  • João Doria (PSDB): 18%
  • Ciro Gomes (PDT): 14%
  • Sergio Moro (Podemos): 14%
  • Eduardo Leite (PSDB): 11%
  • Aldo Rebelo (sem partido): 9%
  • Simone Tebet (MDB): 6%
  • Leonardo Péricles (UP): 6%
  • Luiz Felipe D'Ávila (Novo): 5%
  • André Janones (Avante): 4%
  • Rejeitam todos: 3%
  • Não rejeitam nenhum: 7%
  • Não sabem: 7%

Simulações de 2º turno

A pesquisa Exame/Ideia fez a simulação de sete cenários para o segundo turno. Lula sairia vencedor em todos nos quais aparece.

Além de perder para o petista, Bolsonaro empata com os demais concorrentes, considerando a margem de erro de três pontos percentuais.

Cenário 1

  • Lula (PT): 50%
  • Jair Bolsonaro (PL): 37%
  • Branco/nulo: 9%
  • Não sabem: 4%

Cenário 2

  • Lula (PT): 53%
  • João Doria (PSDB): 24%
  • Branco/nulo: 20%
  • Não sabem: 3%

Cenário 3

  • Lula (PT): 48%
  • Sergio Moro (Podemos): 33%
  • Branco/nulo: 19%
  • Não sabem: 1%

Cenário 4

  • Ciro Gomes (PDT): 40%
  • Jair Bolsonaro (PL): 35%
  • Branco/nulo: 22%
  • Não sabem: 3%

Cenário 5

  • Lula (PT): 46%
  • Ciro Gomes (PDT): 30%
  • Branco/nulo: 21%
  • Não sabem: 3%

Cenário 6

  • Jair Bolsonaro (PL): 33%
  • Sergio Moro (Podemos): 32%
  • Branco/nulo: 32%
  • Não sabem: 3%

Cenário 7

  • Jair Bolsonaro (PL): 35%
  • João Doria (PSDB): 30%
  • Branco/nulo: 33%
  • Não sabem: 1%

O Instituto Ideia, antigo Ideia Big Data, foi fundado em 2011 e até 2018 realizava pesquisas eleitorais para divulgação exclusiva para seus clientes. Desde julho de 2020, o Ideia mantém uma parceria com a revista Exame, a qual financia e divulga seus levantamentos sobre intenções de voto. Segundo o próprio Ideia, os métodos utilizados para os levantamentos variam. O Ideia se diz "agnóstico em termos de metodologia" e faz levantamentos eleitorais usando qualquer método.