PUBLICIDADE
Topo

PoderData: Lula lidera com 40%; Bolsonaro tem 32%; Ciro, 7%; e Moro, 6%

Lula, Bolsonaro, Ciro e Moro  - Ricardo Stuckert, Alice Vergueiro/Estadão Conteúdo, Denis Ferreira Neto/Agência Estado
Lula, Bolsonaro, Ciro e Moro Imagem: Ricardo Stuckert, Alice Vergueiro/Estadão Conteúdo, Denis Ferreira Neto/Agência Estado

Do UOL, em São Paulo

02/03/2022 14h53Atualizada em 29/03/2022 11h37

Pesquisa PoderData divulgada hoje pelo site Poder360 aponta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue na liderança para a disputa eleitoral deste ano para a Presidência. Lula aparece com 40% das intenções de voto, à frente do presidente Jair Bolsonaro (PL), que ficou com 32%. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Em relação à pesquisa anterior, divulgada dia 16 de fevereiro, o PoderData suprimiu os nomes de Alessandro Vieira e Rodrigo Pacheco e acrescentou o de Eduardo Leite, por conta disso, não é possível fazer comparação entre as duas pesquisas.

No cenário atual, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) aparece com 7%, o ex-juiz Sergio Moro (Podemos), com 6%, Eduardo Leite (PSDB), com 3%, João Doria (PSDB), com 2% e André Janones (Avante), 2%.

Por conta da margem de erro, Ciro Gomes, Sergio Moro e Eduardo Leite estão tecnicamente empatados. João Doria e André Janones também empatam tecnicamente com Sergio Moro, mas não alcançam o pedetista.

O nome do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), aparece desta vez, e o do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD), não. Derrotado pelo governador de São Paulo, João Doria, nas prévias tucanas, Leite admitiu manter conversas com o PSD, partido dirigido por Gilberto Kassab, pelo qual é cortejado para entrar na corrida eleitoral de outubro. Já Pacheco avalia desistir da corrida presidencial e focar na eleição para o comando do Senado em fevereiro de 2023.

A pesquisa foi realizada pelo PoderData, com 3 mil entrevistas, de 27 de fevereiro a 1º de março em 226 municípios espalhados pelos 26 estados e o Distrito Federal. O intervalo de confiança é de 95%. O registro no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é BR-01570/2022.

Veja abaixo o cenário de 1º turno:

  • Lula (PT): 40%
  • Jair Bolsonaro (PL): 32%
  • Ciro Gomes (PDT): 7%
  • Sergio Moro (Podemos): 6%
  • Eduardo Leite (PSDB): 3%
  • João Doria (PSDB): 2%
  • André Janones (Avante): 2%
  • Simone Tebet (MDB): 1%
  • Luiz Felipe D´Ávila (Novo): 0%
  • Brancos/nulos: 5%
  • Não sabem: 3%

Lula venceria Bolsonaro no 2º turno

De acordo com a pesquisa, Lula venceria Bolsonaro em um eventual segundo turno por uma vantagem de 14 pontos percentuais. Atualmente o petista tem 51% contra 37% do presidente.

Há duas semanas essa diferença era de 15 pontos percentuais, ou seja, oscilou um ponto para baixo, portanto, dentro da margem de erro. Na sondagem divulgada em 20 de janeiro, a diferença era de 22 pontos.

O cenário de segundo turno entre Lula e Bolsonaro foi o único testado pela pesquisa. Veja abaixo:

  • Lula (PT): 51%
  • Bolsonaro (PL): 37%
  • Brancos/nulos: 10%
  • Não sabe: 1%

Metodologia

O PoderData é um instituto de pesquisa ligado ao site de jornalismo político Poder360. O instituto faz pesquisas por telefone de forma automatizada, usando o método IVR (Interactive Voice Response). Um robô liga para o telefone do eleitor, que escuta perguntas gravadas e as responde discando em seu telefone a opção desejada.

Acompanhe esta e outras notícias no UOL News:

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que informava a primeira versão deste texto e a home do UOL, não é possível fazer uma comparação desta pesquisa com a anterior, pois houve uma mudança entre os candidatos abordados nos cenários. O PoderData suprimiu os nomes de Alessandro Vieira e Rodrigo Pacheco e acrescentou o de Eduardo Leite. O texto foi corrigido.