Topo

Carros elétricos


Daimler confirma que irá desenvolver Smart em conjunto com a chinesa Geely

Jelle Van Der Wolf/Divulgação
Imagem: Jelle Van Der Wolf/Divulgação

Edward Taylor e Nori Shirouzu

Em Frankfurt (Alemanha) e Pequim (China)

28/03/2019 12h26

Resumo da notícia

  • Próxima geração de elétricos Smart será em parceria com a chinesa Geely
  • Alto custo das baterias tem levado marcas a fazer alianças com chineses
  • Detalhes do acordo não foram divulgados por Geely e Daimler

A Daimler construirá sua próxima geração de elétricos da Smart na China por meio de uma joint venture com a Geely, como uma forma de aumentar as economias de escala em um segmento de mercado que está lutando para obter lucro.

A chinesa Geely adquiriu uma participação de quase 10% na Daimler no ano passado, informando que queria formar uma aliança para desenvolver carros elétricos e autônomos para competir melhor contra novos concorrentes, como Uber e Google.

A Daimler informou hoje que construirá a próxima geração de carros urbanos da marca Smart em uma fábrica construída na China e planeja compartilhar sua experiência em manufatura, engenharia e design com a Geely.

O alto custo das baterias de carros elétricos tornou difícil para as montadoras construir veículos acessíveis de emissão zero, levando vários deles a fazer alianças com parceiros chineses.

Rival alemã Daimler, a BMW recentemente revelou planos de construir elétricos Minis na China, onde os custos de produção são baixos e a demanda por carros elétricos pequenos está aumentando.

Daimler e Geely não divulgaram termos financeiros do acordo. Os detalhes da joint venture serão finalizados até o final de 2019, disseram em um comunicado de imprensa conjunto. Mas é possível que novidades sejam divulgadas antes no Salão de Xangai.

A Daimler atualmente desenvolve e constrói Smarts com a Renault e constrói os pequenos veículos nas fábricas da França e da Eslovênia.

A fábrica da Daimler em Hambach, na França, será reformulada para fabricar carros Mercedes-Benz.

A Geely vem se expandindo rapidamente por meio de fusões e aquisições desde 2010, quando adquiriu a montadora sueca Volvo da Ford. No ano passado, a Daimler e a Geely montaram uma joint-venture na China.

O presidente-executivo da Daimler, Dieter Zetsche, disse no mês passado que a montadora alemã estava em negociações para aprofundar sua aliança com a Geely depois que o presidente do grupo chinês, Li Shufu, comprasse 9,69% da Daimler em 2018.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros.

Mais Carros elétricos