PUBLICIDADE
Topo

GM lançará 30 elétricos em quatro anos e projeta dobrar lucros até 2030

Bolt será apenas um dos vários modelos elétricos que a GM venderá no futuro - Divulgação
Bolt será apenas um dos vários modelos elétricos que a GM venderá no futuro
Imagem: Divulgação

Vitor Matsubara

Colaboração para o UOL, de São Paulo (SP)

06/10/2021 15h20

Resumo da notícia

  • Grupo projeta assumir liderança de carros elétricos nos EUA
  • GM pretende lançar 30 modelos elétricos no mundo até 2025
  • Meta da empresa é dobrar seus lucros até o fim da década

A General Motors revelou detalhes de seu ambicioso plano para a próxima década. Em evento aberto a investidores e à imprensa especializada, a empresa afirmou que sua meta é dobrar suas receitas anuais até 2030.

"Pretendemos aumentar significativamente as margens de lucro na próxima década", declarou Mary Barra, CEO da General Motors.

Para tanto, a GM reiterou a intenção de lançar 30 modelos elétricos no mundo inteiro até 2025. Neste período, a empresa já havia confirmado que investirá US$ 35 bilhões para atingir o objetivo.

"Vamos lançar produtos atraentes a preços acessíveis e que se tornem referências em suas categorias", afirmou o presidente da GM, Mark Reuss.

Planejamento ambicioso

Reuss detalhou as etapas do plano de transformação da GM. O primeiro passo já foi tomado: a reestruturação da empresa em mercados não lucrativos ou onde não vislumbrava perspectivas de brigar pela liderança.

O passo seguinte será deixar as categorias não rentáveis de veículos movidos a combustão. A partir daí, a GM pretende investir na eletrificação em segmentos mais lucrativos, como crossovers e picapes.

Para ser capaz de produzir tantos veículos elétricos, a General Motors vai converter mais de 50% das fábricas na América do Norte e China para a produção de carros movidos a eletricidade.

A meta da GM é de se tornar líder do segmento de veículos elétricos nos EUA. A empresa aposta no sucesso da plataforma modular Ultium, desenvolvida exclusivamente para este tipo de propulsão.

A Ultium servirá de base para "veículos de entrada de alto volume, um crossover Chevrolet com preço em torno de US$ 30 mil crossovers Buick, picapes das marcas Chevrolet, GMC e Hummer e modelos da Cadillac", como o SUV Lyriq.

Reuss antecipou que os utilitários esportivos Equinox e Blazer contarão com versões elétricas, e sugeriu que um modelo menor também será lançado. A empresa também divulgou o primeiro teaser da Silverado EV, versão elétrica da picape Silverado que será revelada mundialmente em 5 de janeiro de 2022.

Condução autônoma evoluindo

Outra novidade está no desenvolvimento da condução autônoma. Além de desenvolver empresas de serviços de transporte sem motorista, a fabricante confirmou a estreia do Ultra Cruise em 2023. A tecnologia, que assume o comando do veículo sem a intervenção humana, "representa um passo adiante em direção à condução 100% autônoma". De acordo com a GM, o Ultra Cruise foi projetado para lidar com 95% de todos os cenários encontrados em estradas dos Estados Unidos e Canadá.

Errata: o texto foi atualizado
Ao contrário do que foi informado anteriormente, a GM não estuda deixar alguns mercados no futuro. A empresa 'decidiu deixar os mercados em que não era lucrativa e não brigava pela liderança'.