PUBLICIDADE
Topo

Ferrari que o meia Arthur bateu em Turim custa R$ 4 milhões e tem 720 cv

Ferrari 488 Pista é o carrão que Arthur bateu ontem (22)  na cidade de Turim; ele não teria responsabilidade no acidente - Divulgação
Ferrari 488 Pista é o carrão que Arthur bateu ontem (22) na cidade de Turim; ele não teria responsabilidade no acidente Imagem: Divulgação

Do UOL

Em São Paulo (SP)

23/09/2021 12h21

Jogador da Juventus, o meia Arthur Melo se envolveu ontem (23) em um acidente com sua Ferrari 488 Pista em Turim, na Itália.

O jogador, que passou em julho por uma cirurgia no joelho direito, não se feriu.

O carro acidentado é um dos mais exclusivos e potentes da marca italiana. Feito especialmente com foco em performance, o cupê é avaliado em cerca de R$ 4 milhões no mercado brasileiro - o preço é referente ao ano/modelo 2020.

Na época do lançamento, em 2019, a Ferrari anunciou que a 488 Pista tem o V8 mais potente na história da marca. O motor em questão é biturbo, rende 720 cv a 8.000 rpm (50 cv a mais do que a 488 GTB) e entrega 78,5 kgfm de torque a 3.000 rpm - superando a GTB em 10 kgfm.

ferrari - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

A configuração do comando válvulas confere ao propulsor um caráter mais agressivo, de competição. Os pistões e o cabeçote também foram reforçados para suportar cargas mais altas.

Seu câmbio tem sete marchas e dupla embreagem e faz com que o superesportivo acelere de zero a 100 km/h em apenas 2,85 segundos e chegue aos 200 km/h em 7,6 segundos. Sua velocidade máxima beira os 340 km/h.

Em termos de aerodinâmica, a 488 pista traz também uma grande melhoria em relação à 488 GTB, da qual deriva. Sua eficiência aerodinâmica foi melhorada em 20%, com benefícios em termos de velocidade final e melhores tempos de voltas em pistas de média velocidade.

ferrari2 - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Esta não é a primeira vez que Arthur se envolve em acidente com uma Ferrari de sua coleção. Em agosto de 2020, já de saída do Barcelona, ele bateu outra Ferrari, uma GTC4Lusso, enquanto estava ligeiramente acima do limite de velocidade na Espanha. Após ter sido submetido a um bafômetro, foi constatado de que ele tinha 0,55 mg de álcool por litro de ar exalado - acima do permitido para a legislação local.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

Siga o UOL Carros no