PUBLICIDADE
Topo

Aston Martin se junta à Mercedes como fornecedora do Safety Car na F1

Aston Martin Vantage e DBX serão Safety Car e Medical Car na F1 - Divulgação
Aston Martin Vantage e DBX serão Safety Car e Medical Car na F1 Imagem: Divulgação

Do UOL

Em São Paulo (SP)

08/03/2021 12h24

A temporada 2021 da Fórmula 1 contará com adições especiais entre os veículos de serviço. Elas são os Aston Martins Vantage e DBX, que atuarão como Safety Car e Medical Car, respectivamente. A novidade vem no mesmo ano em que a marca britânica terá uma equipe oficial no campeonato desde 1960.

Pintados de verde escuro metálico, os carros de serviço da Aston Martin irão dividir as funções de veículos oficiais com os conhecidos modelos da Mercedes - o GT R (como Safety Car) e o C63 S Estate (Medical Car) - que já atuavam no ano passado.

aston - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Para liderar o grid da Fórmula 1 em situações adversas, a Aston Martin melhorou o desempenho do Vantage, com o motor V8 biturbo de 4.0 litros gerando com 535 cv - 25 cv a mais que o motor original. O modelo também recebeu um novo splitter dianteiro que adiciona 60 kg extras de pressão aerodinâmica. Suspensão, direção e amortecedores também foram ajustados.

Apesar do motor com a mesma disposição (V8 biturbo de 4.0 litros), o Vantage perde para o GT R em potência, com o carro da Mercedes chegando aos 585 cv.

aston2 - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Já o DBX, primeiro SUV da história da Aston Martin, apenas recebeu ajustes no interior, com bancos de corrida aprovados pela FIA, cintos de segurança de seis pontos e console central com comandos para ativar rádio e a barra de luz presente no teto - modificações também presentes no Vantage. O modelo tem 550 cv frente aos 510 cv do C63 S Estate.

Do lado dos Mercedes-AMG, a maior diferença está no visual. Em 2021, os carros estarão pintados com a cor vermelha em vez do prata tradicional devido a um patrocinador.

merc - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Safety Car e Medical Car seguirão sendo guiados por Bernd Maylander e Alan van der Merwe, respectivamente.