PUBLICIDADE
Topo

Polo Track: novo Volkswagen de entrada põe em xeque futuro de Gol e Fox

Polo Track será versão básica do hatch compacto e provavelmente chega com a linha 2022 no ano que vem, mantendo visual atual - Divulgação
Polo Track será versão básica do hatch compacto e provavelmente chega com a linha 2022 no ano que vem, mantendo visual atual Imagem: Divulgação

Alessandro Reis

Do UOL, em São Paulo (SP)

16/09/2020 04h00

A Volkswagen está desenvolvendo uma versão mais simples do Polo, que irá se chamar Track e será o "carro de entrada" da marca alemã.

A informação é de Cláudio Batista, o Claudião, presidente do Sindmetau (Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região).

Em conversa com UOL Carros, o sindicalista afirmou que a novidade terá produção na fábrica da VW em Taubaté (SP) - caso os funcionários da unidade aprovem, em assembleia marcada para as 15h de hoje, um PDV (plano de demissão voluntária), além de outras medidas de contingenciamento previamente negociadas.

A Volks fez a proposta aos trabalhadores das suas quatro fábricas no Brasil - São Bernardo do Campo, São Carlos e Taubaté, em São Paulo; e São José dos Pinhais, no Paraná.

Ontem, os funcionários do ABC a aprovaram por unanimidade.

A tendência é de que o mesmo ocorra em Taubaté, segundo Claudião.

"O clima é favorável [para a aprovação]. Enquanto outras empresas estão demitindo, conseguimos obter estabilidade por cinco anos. Somente sairá da fábrica quem quiser. Além disso, a plataforma MQB irá para Taubaté, viabilizando novos produtos".

Taubaté é hoje a única unidade da Volkswagen, dentre as que montam automóveis, que ainda não produz carros com a plataforma modular - base de todos os lançamentos recentes da companhia no Brasil - como o próprio Polo e os SUVs Nivus e T-Cross.

Atualmente, a fábrica do Vale do Paraíba tem cerca de 3,1 mil funcionários, responsáveis pela produção de Gol, Voyage e Up - projetos mais antigos.

Três novos carros em Taubaté

Fábrica da Volkswagen em Taubaté (SP) - Divulgação - Divulgação
Fábrica da Volks no Vale do Paraíba (SP) hoje produz Gol, Voyage e Up, projetos mais antigos
Imagem: Divulgação

"A linha de produção começa a ser adaptada em novembro para a matriz MQB. Além do Polo Track, que será feito exclusivamente em Taubaté, vamos compartilhar a produção do Polo com São Bernardo do Campo. Assim, iremos garantir dois turnos de trabalho".

Batista não dá mais detalhes.

Como "modelo de entrada", é de se esperar que o Polo Track se posicione abaixo da versão 1.0 MPI, trazendo ainda menos itens de série e o mesmo motor de um litro aspirado.

Isso significa ocupar o espaço hoje ocupando por Gol, Fox e Up - as opções mais em conta da montadora.

Claudião alega não ter informações sobre uma eventual despedida do trio - que está na fila para receber atualizações ou, então, desaparecer.

Ele acrescenta que um terceiro modelo MQB está programado para Taubaté, a ser lançado posteriormente.

Um candidato é o mini SUV que a Volks desenvolve, também para ocupar a fatia mais barata do portfólio da marca.

PDV

Consultada, a Volkswagen prefere não se manifestar sobre as negociações com os sindicatos, tampouco fala a respeito de futuros lançamentos.

Segundo os sindicatos dos metalúrgicos do ABC e de Taubaté, a base do acordo proposto para as quatro fábricas é a mesma, com algumas especificidades locais.

O primeiro ponto é a garantia de estabilidade até 2025, acompanhada da liberação de investimentos para novos produtos.

Os funcionários que aderirem ao PDV ganham 20 salários adicionais à tabela base, em período de inscrição ainda a ser definido. Após esse período, o benefício cai para dez salários extras.

Também está previsto PLR (programa de participação de lucros e resultados) de R$ 12,8 mil para 2020, com reajuste nos anos seguintes pelo INPC.

A proposta contempla, ainda, pagamento de abono salarial neste ano, juntamente com a segunda parcela do PLR, e condições de lay-off - suspensão temporária do contrato de trabalho.

Veja a avaliação do Polo 1.0 MPI: