PUBLICIDADE
Topo

Nissan Kicks: o que muda no SUV que deve chegar ao Brasil em 2021

Novo Kicks terá versão híbrida, inclusive no mercado brasileiro - Divulgação
Novo Kicks terá versão híbrida, inclusive no mercado brasileiro
Imagem: Divulgação

Vitor Matsubara

Do UOL, em São Paulo (SP)

16/05/2020 04h00

Resumo da notícia

  • SUV reestlizado foi apresentado na Ásia e deve vir para cá
  • Dianteira do Kicks sofreu as mudanças mais profundas
  • Versão híbrida e-Power é grande novidade do modelo

O novo Nissan Kicks já foi revelado na Tailândia, onde começa a ser vendido neste ano. O SUV também deve ser comercializado no Brasil, mas ainda precisaremos esperar um pouco pela sua chegada.

O carro não deve ser lançado antes de 2021, já que as atenções da empresa neste momento estão concentradas no novo Versa. O sedã deve estrear por aqui em agosto (se o coronavírus deixar...) e chegará com status de principal novidade da marca em 2020.

Agora que já sabemos como será o novo Kicks, que tal compará-lo com o modelo atual? UOL Carros mostra tudo que mudou no SUV em detalhes.

Design

Nissan Kicks 2021 1 - Divulgação - Divulgação
Dianteira ganhou novos faróis e grade foi redesenhada
Imagem: Divulgação

Nissan Kicks 1 - Murilo Góes/UOL - Murilo Góes/UOL
Design do Kicks atual tem um cromado em formato de "V" na grade
Imagem: Murilo Góes/UOL

A dianteira concentra as alterações mais significativas do Kicks. Os faróis foram redesenhados e a grade frontal ficou mais larga, mas manteve o formato de "V" estilizado - uma das principais características da identidade visual da Nissan.

O para-choque frontal também mudou e ganhou um aspecto mais robusto, especialmente pelo desenho da parte inferior, onde também ficam os faróis de neblina.

Nissan Kicks 2021 2 - Divulgação - Divulgação
Lanternas de LED do Kicks 2021 ganharam novas lentes
Imagem: Divulgação

Nissan Kicks 2 - Murilo Góes/UOL - Murilo Góes/UOL
SUV atual abusa dos detalhes na cor preta
Imagem: Murilo Góes/UOL

As rodas de liga leve ficaram maiores (são de 17 polegadas nas versões mais caras) e trazem um novo desenho, claramente inspirado nas rodas do Leaf.

Atrás, o novo Kicks teve mudanças mais discretas. O formato das lanternas é o mesmo, mas as lentes foram redesenhadas e ganharam lâmpadas de LED. Na parte inferior, a seção preta do para-choque foi pintada na cor da carroceria no novo SUV.

Interior

Nissan Kicks 2021 3 - Divulgação - Divulgação
Interior não parece ter mudanças significativas em relação ao SUV atual
Imagem: Divulgação

Nissan Kicks 3 - Murilo Góes/UOL - Murilo Góes/UOL
Poucas mudanças na cabine entre as duas versões
Imagem: Murilo Góes/UOL

Se por fora o Kicks mudou consideravelmente, por dentro tudo parece igual. Mas há algumas novidades, especialmente nas opções de revestimentos internos - embora não espere que o chamativo acabamento laranja seja oferecido aqui.

A tendência é que a Nissan venda o novo Kicks com revestimento interno em tecido e também couro nas cores preta, marrom e creme, como já acontece atualmente com o modelo. Outras partes da cabine, como painel de instrumentos e console central, parecem ser idênticas.

Motorização

Nissan Kicks 2021 4 - Divulgação - Divulgação
Motor 1.2 a gasolina serve como gerador para bateria do motor elétrico do Kicks
Imagem: Divulgação

Nissan Kicks 4 - Murilo Góes/UOL - Murilo Góes/UOL
Motor 1.6 16V flex deve ser mantido no novo Kicks
Imagem: Murilo Góes/UOL

A grande novidade do Kicks 2021 está debaixo do capô. A motorização híbrida traz um 1.2 a gasolina que movimenta o gerador responsável por alimentar a bateria do motor elétrico.

A potência é de 129 cv e a fabricante diz que a sensação é a mesma de conduzir um carro elétrico. Até porque a versão e-Power vem com um modo "EV", no qual o veículo roda apenas com a carga da bateria. Existem ainda outros modos voltados para desempenho e economia de combustível.

A versão híbrida e-Power está confirmada para o mercado brasileiro, sendo que a própria Nissan afirmou que pretende trazê-la para cá em 2022. Além dela, o SUV deve manter o motor 1.6 16V de 111 cv que o equipa atualmente, já que até o novo Versa será lançado com esta motorização por aqui.