Topo

Testes e lançamentos


Nissan Frontier S: versão básica mantém o que importa para pegar no batente

Nissan Frontier mais acessível não tem rodas de liga leve e motor rende 30 cv a menos, porém mantém a robustez - Divulgação
Nissan Frontier mais acessível não tem rodas de liga leve e motor rende 30 cv a menos, porém mantém a robustez
Imagem: Divulgação

Alessandro Reis

Do UOL, em São Paulo (SP)

27/10/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Versão mais básica da picape da Nissan traz controles de tração e estabilidade
  • Também vem de série com tração 4x4, reduzida e câmbio manual
  • Porém, abre mão de itens como rodas de liga leve e multimídia
  • Preço sugerido da Frontier S é de R$ 137.550

Cada vez mais, as picapes oferecem conforto e equipamentos de carros de passeio de luxo, mas na essência são veículos para pegar no batente, trazendo a robustez da carroceria sobre chassi, como caminhões.

A Nissan Frontier é um exemplo: na versão de topo LE, com preço sugerido de R$ 194.790, ela tem mimos como teto solar, sensor de chave, partida do motor por botão, ar-condicionado digital de duas zonas e banco do motorista com ajustes elétricos.

Mas quem foca o trabalho, em especial frotistas, não precisa disso tudo e quer pagar menos. Por isso existe a configuração de entrada S, a única da gama com câmbio manual, disponível por R$ 137.550.

Versão traz controles de estabilidade e tração, travas e vidros elétricos, ar-condicionado e direção hidráulica - Divulgação
Versão traz controles de estabilidade e tração, travas e vidros elétricos, ar-condicionado e direção hidráulica
Imagem: Divulgação

Basta uma olhada rápida para perceber do que a Frontier S abriu mão para chegar a esse preço - depois dela, a opção mais acessível é a Attack, por R$ 155.590.

Por fora, as rodas de 16 polegadas são de liga de ferro, as maçanetas e as capas dos retrovisores não têm pintura e não existem faróis de neblina. Por dentro, nada de amenidades como central multimídia ou mesmo sistema de som: os bancos são de tecido e o painel traz acabamento mais simples.

O bacana é que o que realmente importa em uma picape foi preservado: a Frontier de entrada não abriu mão da tração 4x4 nem da reduzida e tampouco dos controles de tração e estabilidade, mais assistentes de partida em rampa e de descida. Também conta com bloqueio eletrônico do diferencial traseiro, transferindo o torque para a roda com maior tração.

Sem muitas "amenidades"

Cabine dispensa detalhes na cor prata das versões mais caras e itens como central multimídia e câmera de ré - Divulgação
Cabine dispensa detalhes na cor prata das versões mais caras e itens como central multimídia e câmera de ré
Imagem: Divulgação

Por outro lado, a lista de amenidades na cabine é básica: traz ar-condicionado manual, direção hidráulica, travas e vidros elétricos nas quatro portas (o do motorista tem função "um-toque"), ajuste elétrico dos retrovisores, alarme a apoia-braço no banco traseiro com dois porta-copos integrados. Os bancos, que apoiam bem o corpo, especialmente os dianteiros, trazem revestimento de tecido.

Outra concessão para custar menos é a retirada de uma das turbinas do motor 2.3 a diesel, cuja potência foi reduzida de 190 cv para 160 cv, enquanto o torque desceu de 45,9 kgfm para 41 kgfm.

Uma curiosidade: apesar de a configuração S ter sido concebida para o trabalho, a capacidade de carga é ligeiramente inferior à de duas versões mais caras: a Frontier mais simples leva até 1.005 kg, contra 1.040 da versão Attack e 1.025 da variante XE (R$ 174.380). A Frontier LE, topo de linha, transporta até uma tonelada.

Não nega fogo

Frontier traz suspensão traseira multilink, que melhora a estabilidade sem sacrificar capacidade de carga - Divulgação
Frontier traz suspensão traseira multilink, que melhora a estabilidade sem sacrificar capacidade de carga
Imagem: Divulgação

Apesar de trazer motor mais fraco, a Frontier S não nega fogo quando é hora de pegar no pesado. Mesmo carregada, proporciona arrancadas vigorosas e também agrada nas retomadas. Apesar da alavanca longa, típica de picapes com câmbio manual, o modelo da Nissan traz engates precisos e bom escalonamento - a sexta marcha ajuda a manter os giros baixos em velocidades mais altas.

Quanto ao comportamento dinâmico, a suspensão multilink, combinada com o controle de estabilidade, passa segurança ao rodar, especialmente em curvas e apesar do peso de cerca de duas toneladas e do porte avantajado. Porém, o ajuste das suspensões é típico de picapes, fazendo a carroceria "pular" ao passar por lombadas e irregularidades do piso.

Frontier S tem capacidade para 1.005 kg de carga, menor que das versões Attack (1.040 kg) e XE (1.025 kg) - Divulgação
Frontier S tem capacidade para 1.005 kg de carga, menor que das versões Attack (1.040 kg) e XE (1.025 kg)
Imagem: Divulgação

Se você busca uma dirigibilidade mais próxima à de carros de passeio, concorrentes como Volkswagen Amarok e Ford Ranger entregam experiência melhor nesse sentido.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

Ficha técnica

Preço: R$ 137.550
Motor: 2.3, 16V, 4 cilindros em linha, turbodiesel
Câmbio: manual de seis marchas
Potência: 160 cv a 3.750 rpm
Torque: 41 kgfm entre 1.500 e 2.500 rpm
Aceleração de 0 a 100 km/h: não informada
Velocidade máxima: não informada
Consumo (urbano / rodoviário): 9,3 km/l / 10,2 km/l
Dimensões: comprimento, 5,26 m; altura, 1,83 m; largura, 1,85 m; distância entre-eixos, 3,15 m
Capacidade de carga: 1.005 kg
Volume da caçamba: 1.054 litros
Tanque: 80 litros
Peso em ordem de marcha: 2.030 kg

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Testes e lançamentos