Topo

Mobilidade


Volkswagen planeja lançar carro autônomo até 2025, mas avisa que será caro

Ford Argo AI Focus carro autônomo - Divulgação
Ford Argo AI Focus carro autônomo
Imagem: Divulgação

Do UOL

Em São Paulo

16/07/2019 12h03

A Volkswagen deu detalhes sobre seu plano para a fabricação de veículos autônomos. A marca alemã divulgou na última semana que sua colaboração com a Ford tinha como principal objetivo o desenvolvimento das tecnologias elétricas e autônomas. Com isso, Alexander Hitzinger - chefe de tecnologias autônomas da montadora alemã - revelou que a Volkswagen lançará pequenas frotas de carros autônomos "em um futuro próximo".

O executivo não foi específico, mas sugeriu que essas frotas serão limitadas. O motivo é o fato de carros autônomos ainda enfrentarem desafios legais, econômicos e tecnológicos, algo que dificulta no momento sua implementação em larga escala.

Ele ainda disse que a empresa planeja "começar a usar a condução autônoma para fins comerciais na metade da próxima década", ou seja 2025. Para alcançar este objetivo, a empresa diz que o carro da Argo AI - empresa na qual injetou recursos para o desenvolvimento junto da Ford - irá definir o "padrão mundial" para veículos autônomos.

Hitzinger disse que os motoristas poderão escolher entre dirigir ou deixar a tecnologia fazer este trabalho. No entanto, veículos autônomos custarão caro. "É no segmento premium que os clientes estarão mais dispostos a pagar uma sobretaxa por um carro autônomo, porque eles podem fazer melhor uso de seu tempo no carro", disse Hitzinger.

Entretanto, a montadora fala que veículos totalmente autônomos não ficarão limitados aos ricos, já que são perfeitos para os operadores de frotas. Um veículo autônomo pode substituir um motorista humano assalariado, reduzindo assim custos operacionais.

Por fim, a Volkswagen espera que os veículos autônomos sejam implantados primeiro pelos serviços de mobilidade. Hitzinger disse que a montadora está desenvolvendo a tecnologia de condução autônoma em um ritmo acelerado, assim como está investindo na "aparência e construção" dos próprios veículos para prepara-los para o mercado em breve.

Mobilidade