Topo

Testes e lançamentos


Novo Range Rover Evoque chega ao Brasil por R$ 312.900

Siga o UOL Carros no

Vitor Matsubara e Ricardo Ribeiro

Do UOL, em São Paulo (SP) e colaboração para o UOL 

18/06/2019 12h57

Foi apresentada no Brasil a segunda geração do Range Rover Evoque. Inicialmente o SUV desembarca por importação e apenas na versão R-Dynamic HSE, por R$ 312.900 com motor 2.0 turbo de 300 cv.

Se o comprador optar pela versão mais completa, que acrescenta pintura metálica, coluna de direção com regulagem elétrica e pacote Black (com detalhes externos na cor preta), a conta sobe para R$ 322.300.

Ela vem com um sistema híbrido leve (bateria de 48 volts que dá força extra ao motor a 2.0 e reduz consumo e emissão de poluentes). A fabricante promete economia de até 6%.

Demais versões e motorizações serão oferecidas posteriormente -- no caso, 2.0 turbodiesel de 180 cv e 2.0 turbo a gasolina de 250 cv. Esta, inclusive, está confirmada com tecnologia flex.

Veja os preços do novo Evoque:

+ Evoque R-Dynamic HSE: R$ 312.900
+ Evoque R-Dynamic HSE Black: R$ 322.300

Vitor Matsubara/UOL
Imagem: Vitor Matsubara/UOL
Perdeu personalidade?

Quando chegou em 2010 (no Brasil em outubro de 2011), a primeira geração do Evoque veio para "quebrar" o visual da Land Rover e rejuvenescer a marca. Era diferente de tudo que estava em linha e fugia das fórmulas similares do período para SUVs.

Agora, com a marca enquadrando o modelo na nova family face, muito do caráter se perdeu. A similaridades com o Velar, em itens como farol, grade, lanternas traseiras e a maçaneta retrátil, são evidentes. Gerry McGovern, chefe design, discorda. O criador defende que o novo Evoque continua a jornada do anterior e combina refinamento com diversão.

Na qualidade de cabine, porém, ser igual ao Velar é um ponto para o novo Evoque. O acabamento, incluindo montagem e formação, está mais refinado. Na primeira geração, o vidro minúsculo comprometia a visibilidade e passageiros batiam a cabeça no teto.

Agora, as linhas de Velar (Sorry, Gerry!) deram mais folga e visão, que também melhorou na dianteira.

Há duas telas sensíveis ao toque, de novo imitando o Velar, o que facilita interagir com as funções do carro e as câmeras (laterais, traseiras e para o solo, úteis em trilhas complexas). A tela de cima pode mostrar navegação, telefone e multimídia, enquanto a de baixo alterna funções de controle do veículo, com botões de acesso rápido e que alternam funções automaticamente, conforme o menu escolhido.

Embora o comprimento tenha crescido apenas 1 mm, a distância entre eixos aumentou 21 mm. Além do maior espaço interno traseiro, o porta-malas aumentou 16 litros.

Vitor Matsubara/UOL
Imagem: Vitor Matsubara/UOL
Ficha técnica

Range Rover Evoque 2020
Motor: 2.0 Ingenium, gasolina, turbo
Potência: 300 cv, 5.500 rpm
Torque: 40,8 kgfm, de 1.500 a 4.500 rpm
Câmbio: automático, nove marchas
Aceleração de 0 a 100 km/h: 6,6 s
Velocidade máxima: 242 km/h
Dimensões: 4,37 m de comprimento, 2,68 m de entre-eixos
Porta-malas: 591 litros

Mais Testes e lançamentos