Topo
OPINIÃO

Segredo bem guardado da nova Chevrolet Montana deve abalar a Fiat Toro

Chevrolet Montana 2023 - Projeção Imagem: Divulgação
exclusivo para assinantes
Rafaela Borges

Colunista do UOL

22/11/2021 11h00

O primeiro semestre do ano que vem será marcado pelo lançamento de duas picapes que chegam para concorrer com a Toro. O modelo da Fiat reina há anos no segmento, pois nunca teve rival à altura - a Duster Oroch, menor, não vai bem no mercado. Agora, de uma vez, chegarão a Ford Maverick e a nova Chevrolet Montana.

Da Maverick, que fui conhecer na semana passada, falarei mais nos próximos dias. Mas, mesmo com muitos atributos, ela terá um problema que deverá limitar seu volume: a aposta é que o preço fique acima de R$ 200 mil, já que virá apenas com o motor 2.0 turbo do Bronco.

  • O UOL Carros agora está no TikTok! Acompanhe vídeos divertidos, lançamentos e curiosidades sobre o universo automotivo.

Para tirar vendas da Toro, que parte de pouco mais de R$ 130 mil, o preço tem de ser competitivo. Por isso, o assunto hoje é aquela que deverá preocupar mais a picape da Fiat, a nova Montana.

O modelo, cuja atual geração já saiu de cena, era rival da Fiat Strada e da Volkswagen Saveiro. Agora, vai crescer, para se tornar uma picape média feita sobre base de carro de passeio, como a Toro.

Os modelos da Fiat (Toro) e da Jeep (Compass e Renegade) feitos em Goiana têm um grande diferencial que os rivais nunca oferecem: tração 4x4. Essa é uma das razões que impulsionam as vendas dos três veículos, todos destaques em suas respectivas categoria.

Os concorrentes sempre chegam com tração 4x2 e apenas versões com motor flex, enquanto os pernambucanos do Grupo Stellantis têm também opção a diesel. A nova Montana, porém, deverá quebrar essa máxima do mercado nos últimos anos. Ela tem um segredo que pode, de fato, abalar a Toro.

Destaque da nova Montana

Não, a nova Montana não terá motor a diesel. Essa exclusividade continuará com a Toro, e é um baita diferencial. O propulsor atrai quem precisa rodar longas distâncias constantemente, já que garante ao carro boa autonomia.

No entanto, de acordo com uma fonte ligada à Chevrolet, a nova Montana será valente, capaz de encarar fortes desafios off-road. Por isso, é bem provável que, confirmando rumores que já estavam circulando nos bastidores da indústria, o modelo venha com tração 4x4.

Pessoas ligadas ao agronegócio são clientes importantes de picapes. Por isso, a oferta de tração 4x4, para encarar pisos off-road, muitas vezes pouco amigáveis, é fundamental. Talvez até mais importante que o motor a diesel.

E por falar em motor, a aposta é que a Montana venha com o 1.2 turbo que já equipa o Tracker. Isso pode ser um problema, já que esse propulsor entrega 133 cv, ante os 185 cv do novo 1.3 turbo da Toro.

Se essa informação se confirmar, a nova Montana deverá ser mais lenta que a Toro. No entanto, certamente entregará um consumo de combustível bem melhor. E isso é outro grande diferencial para quem procura uma picape, especialmente para o trabalho.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Segredo bem guardado da nova Chevrolet Montana deve abalar a Fiat Toro - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL