PUBLICIDADE
Topo

Caçador de Carros

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

5 SUVs usados que valem mais a pena do que os novos Taos e Compass

Felipe Carvalho

Felipe Carvalho é administrador de empresas, consultor e primeiro "caçador de carros" profissional do país. Seu canal no YouTube dedicado a avaliações de achados automotivos tem mais de 100 mil inscritos. www.youtube.com/CarrosdoPortuga

Colunista do UOL

10/06/2021 04h00

O mercado de SUVs médios ganhou novos representantes nos últimos dias, com a chegada da nova geração do Jeep Compass e a estreia do Volkswagen Taos . O primeiro continua com a mesma carroceria conhecida por todos nós desde 2017, mas com o inédito motor 1.3 turbo. Já o segundo é um modelo novo, mas com o já conhecido motor 1.4 turbo.

Carros bons, não tenho dúvidas. Atendem muito bem às necessidades de seus potenciais compradores e certamente venderão bem, mesmo com preços nas alturas, cada vez mais distantes da realidade da maior parte dos brasileiros.

Mas, como eu sempre faço com esses lançamentos, procurei por alternativas no mercado de usados que eu escolheria caso fosse um desses poucos brasileiros dispostos a gastar entre R$ 148.300 e R$ 205.600 por um Compass Turbo Flex, ou entre R$ 155.500 e R$ 182.400 no Taos.

Não foi surpresa para mim me deparar com uma quantidade enorme de opções, inclusive de marcas de luxo como Audi, BMW ou Volvo. Resolvi listar somente as que fariam sentido para um comprador de Jeep ou Volkswagen, deixando de fora essas marcas de luxo. A seguir, as minhas escolhas:

Chevrolet Equinox Premier

Chevrolet Equinox Premier 2018 - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Sempre que testo um carro novo, crio uma expectativa na minha mente, de acordo com as informações que tenho do modelo. Quando tive a oportunidade de testar o Equinox, ela não foi atendida. Me decepcionei com o acabamento, principalmente com os barulhos irritantes que vinham da parte traseira.

Eu esperava mais do Equinox. Mesmo assim, hoje seria uma das minhas escolhas no mercado de usados. O modelo 2018 está na faixa dos R$ 135 mil, ou seja, bem mais barato que qualquer um dos Compass ou Taos zero-quilômetro. Com mais R$ 15 mil é possível pegar um 2019, e com mais R$ 40 mil um modelo 2020.

O que mais agrada no Equinox é seu conjunto mecânico, composto por um motor 2.0 turbo com impressionantes 262 cv de potência e 37 kgfm de torque, transmissão automática de nove marchas, suspensão independente nas quatro rodas e tração integral. Com isso, dá para aturar o barulho do porta-malas para ter esse carrão na garagem.

Hyundai Santa Fe

2019 Hyundai Santa Fe - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Presente no nosso mercado desde o começo dos anos 2000, o Hyundai Santa Fe já tem público fiel. A carroceria bem desenhada, o bom acabamento interno, a farta lista de equipamentos e o motorzão com 270 cv de potência são os diferenciais do modelo.

Com cerca de R$ 150 mil, valor próximo do Compass de entrada, é possível levar para casa o Santa Fe modelo 2018. E, com mais R$ 25 mil, o modelo 2019, ambos com dois bancos extras no porta-malas, um grande diferencial para quem tem família grande.

Claro que o porta-malas é praticamente nulo nessas condições, mas um bagageiro no teto resolve esse problema nas viagens. Para mim, o que mais me atrai no modelo é a suavidade e o silêncio do motor V6, que encanta qualquer motorista que tem a oportunidade de guiar o carro. Se por um lado o consumo de combustível é alto, o prazer de dirigir é alto.

Peugeot 5008

2017 Peugeot 5008 - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Outro carro com opção de dois bancos extras, é o Peugeot 5008, carro com visual bem futurista, seja no desenho da carroceria ou da parte interna da cabine. Mas não é só bonitinho, é também muito competente na lista de equipamentos e no desempenho, graças ao conhecido motor THP, que pode parecer pequeno para o porte do carro, mas basta pisar no acelerador para constatar que está de acordo com a proposta dele.

O modelo 2019 custa cerca de R$ 160 mil, mais barato que a versão Longitude do Compass. Esse valor que pode ser ainda menor quando não existe a necessidade dos bancos extras, já que o 3008, seu irmão menor, custa em torno de R$ 150 mil no modelo 2019.

Mitsubishi Outlander diesel

Mitsubishi Outlander Diesel 2.2 2016 - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Quem estiver disposto a comprar o novo Compass Limited, ou então o Taos Highline, precisará de pouco mais de R$ 180 mil. Com esse mesmo valor, ou até um pouco menos, também pode considerar um Outlander diesel 2018 como opção. Modelo consagrado da Mitsubishi entrega muito espaço interno, com dois bancos extras no porta-malas, e tração nas quatro rodas.

Mas o diferencial está no motor diesel, que como todos sabem, é mais eficiente e robusto que os similares movidos a gasolina ou álcool, algo que garante forte revenda no futuro, já que a procura por SUVs diesel é grande.

Quem não quer pagar tudo isso em um Outlander pode optar pela versão GT, que usa o motorzão V6 com 240 cv. O consumo de combustível é maior, mas o modelo é cerca de R$ 35 mil mais barato, o que pode compensar para quem roda pouco.

Volkswagen Tiguan R-Line

Tiguan Allspace R-Line 350 - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Ao que tudo indica, o Tiguan continuará disponível para o mercado brasileiro como um veículo acima do Taos. Na verdade, bem acima, já que agora só estará disponível na versão R-Line por R$ 236 mil, ou quase R$ 54 mil mais caro que o Taos Highline. Felizmente o mercado de usados está aí para diminuir bem essa diferença e deixar as coisas mais favoráveis para o veterano SUV.

O modelo 2018, nessa mesma versão, está em torno de R$ 190 mil, quase o mesmo do Taos mais caro. Além do Tiguan ser maior, com opção dos dois bancos extras, também tem um motor muito mais potente: são 220 cv contra 150 cv do Taos.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL