PUBLICIDADE
Topo

Caçador de Carros

5 SUVs usados que são melhores e mais baratos que o novo Volkswagen Nivus

Felipe Carvalho

Felipe Carvalho é administrador de empresas, consultor e primeiro "caçador de carros" profissional do país. Seu canal no YouTube dedicado a avaliações de achados automotivos tem mais de 100 mil inscritos. www.youtube.com/CarrosdoPortuga

Colunista do UOL

04/06/2020 04h00

Tem mais um Volkswagen saindo do forno, e as discussões já começaram. O Nivus inaugura a categoria de SUVs cupês compactos, com posicionamento entre o Polo e o T-Cross. O preço é sempre uma das principais queixas, mesmo que ele nem tenha sido divulgado de forma oficial.

Possivelmente, ficará entre R$ 80 mil e R$ 100 mil, nas três versões, 200 TSI, Comfortline e Highline, como o UOL Carros já adiantou. Outra indignação, principalmente vinda do lado dos apaixonados por carros, é a definição dessa categoria, já que não é fácil enxergar um SUV, tampouco um cupê, no visual do Nivus.

Os mais ligeiros fizeram montagens divertidas comparando o visual do Nivus com os finados VW Pointer, Ford Escort ou Ford Focus, e essas montagens viralizaram nos últimos dias.

De fato, o tipo de carroceria se assemelha muito a desses carros, apenas com a notável diferença de altura em relação ao solo - algo apreciado por muitos hoje em dia e que é um dos motivos da invasão dos SUVs, sejam eles hatchs, sedãs e, agora, cupês.

Piadas à parte, a mãe do Nivus é a Volkswagen, portanto ela que o chame como quiser. Se fará mais sucesso comercial por pertencer a família dos SUVs, o mercado que vai dizer.

Pessoalmente, adianto que gostei. Ainda não o vi pessoalmente, mas me pareceu agradável aos olhos. Tem o DNA conservador da VW, mas com linhas que remetem à esportividade. O carro parece invocado, pedindo para ser acelerado e curtido ao máximo, independentemente do tipo de terreno.

O mesmo não posso dizer do interior. Não que seja ruim, mas é praticamente o mesmo dos irmãos Polo e T-Cross. Quem já entrou em um, entrou em todos.

Caso o leitor seja um dos possíveis compradores do Nivus, desejo sorte na compra, mas também faço questão de expor alternativas mais baratas de SUVs no maravilhoso mercado de usados.

Peugeot 2008 Griffe THP 2020 - R$ 77.453,00

Começo com o mais esportivo dessa lista. Aliás, se é esportividade que o Nivus quer passar, esse oponente o faz comer poeira. O 2008 da Peugeot não é tão comum de se ver nas ruas, mas não pode ser esquecido, principalmente quando nos atentamos na ficha técnica da versão Griffe com motor THP.

São incríveis 173 cv no motor 1.6 turbo, tão moderno quanto o do Nivus, já com melhorias que ganhou ao longo dos anos para poder se adequar melhor ao nosso combustível. A transmissão é automática de 6 marchas, similar a que a VW tem usado em seus modelos.

Pesquisando sobre preços, eu até me assustei com a Tabela Fipe do modelo 2020 do Peugeot 2008, que está em pouco mais de R$ 77 mil. Isso o coloca abaixo de qualquer versão do Nivus e faz dele uma ótima opção.

Vale dizer que a versão Griffe THP é a mais completa de equipamentos de segurança e conforto. São 6 airbags, controles de estabilidade e tração, teto panorâmico, multimídia com espelhamento de celular e mais uma série de outros atrativos que você não vai encontrar em um Nivus de entrada.

Chevrolet Tracker Premier 2018 - R$ 78.800,00

Tracker premier - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Não tão esportivo quanto o Peugeot 2008, mas também com um motor mais forte do que o 1.0 disponível para o Nivus, o Chevrolet Tracker tem em sua versão Premier do modelo 2018 uma excelente opção. Por menos de R$ 79 mil, segundo a Tabela Fipe, fica difícil optar pelo Nivus de entrada quando comparado com ele.

Motor 1.4 turbo com 153 cv, transmissão automática de 6 marchas, 6 airbags, controles de estabilidade e tração e vários outros equipamentos de comodidade estão presentes nessa versão top de linha do SUV da Chevrolet. O visual ainda é o antigo, mas continua bem atual e faz bonito nas ruas.

Hyundai Creta Prestige 2018 - R$ 80.071,00

Aqui temos uma receita mecânica mais tradicional, pois trata-se de um bom 2.0 aspirado. A Hyundai optou por esse motor para a versão mais completa do seu SUV, e certamente é uma opção mais racional para os que preferem mecânicas mais simples. Por não ter turbo e nem injeção direta, seu custo de manutenção é mais barato que o motor do Nivus.

É certo que não é tão eficiente, ou seja, tem consumo de combustível maior que alguns de seus rivais. Porém, oferece ótimo desempenho e faz alegria daqueles que gostam de acelerar. A Tabela Fipe indica que o preço de um Prestige 2018 está pouco acima dos R$ 80 mil.

Quando se observa a lista de equipamentos, o carro parece uma pechincha por esse preço. Entre eles, destaco os bancos com ventilação, coisa de carro de luxo! Claro que todo o pacote de airbags e auxílios de segurança também estão presentes.

Ford EcoSport Storm 2019 - R$ 80.350,00

ecosport storm - Murilo Góes/UOL - Murilo Góes/UOL
Imagem: Murilo Góes/UOL

Assim como a Hyundai, a Ford também optou por um 2.0 aspirado nas versões mais completas do EcoSport. Porém, aqui a injeção é direta, o que faz dele um motor mais eficiente. São 176 cv, potência que ninguém imaginava ver um dia em um EcoSport. Nessa versão Storm, a transmissão é automática de 6 marchas e a tração é nas quatro rodas, atributos que nos faz pensar ser um carro bem mais caro que o Nivus.

Na verdade, no mercado de novos ele é, mas no de usados a Tabela Fipe do modelo 2019 está pouco acima dos R$ 80 mil. A balança fica ainda mais favorável para o Ford quando olhamos para a farta lista de equipamentos de segurança e conforto.

Sei que o EcoSport está um pouco queimado no mercado de usados, mas temos que dar uma chance para o modelo. O problemático câmbio PowerShift ficou para o passado e a Ford melhorou bastante seu SUV desde a última reestilização.

Jeep Renegade Sport Diesel 2017 - R$ 82.863,00

A quinta opção difere no uso do combustível. Enquanto todos acima usam álcool ou gasolina em seus motores flex, o Renegade usa diesel em seu potente e robusto motor. Claro que não são todos, na verdade é a minoria.

A maior parte dos Renegades que saem da fábrica de Pernambuco usa o motor 1.8 flex. Se por um lado vendem bem e enchem os caixas do grupo FCA, por outro estão longe de entrar na minha lista de "melhores opções".

Se é para valorizar seu dinheiro, indico o motor diesel, que tem Tabela Fipe de pouco menos de R$ 83 mil na versão Sport modelo 2017. Além das vantagens de desempenho e consumo desse motor, a tração é nas 4 rodas, o que permite esse Jeep ir um pouco além do que um Nivus iria.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL