PUBLICIDADE
Topo

Autos Segredos

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Desvendamos o novo Citroën C3: saiba como será a versão de lançamento

Marlos Vidal/Autos Segredos
Imagem: Marlos Vidal/Autos Segredos
Marlos Ney Vidal

Marlos Ney Vidal é repórter, fotógrafo, editor e criador do site Autos Segredos. Formando em jornalismo pela PUC Minas, atuou na redação do jornal Estado de Minas por 24 anos, além de ter colaborado com Quatro Rodas, Auto Esporte e Carro Etc., do jornal O Globo.

Colunista do UOL

17/12/2021 11h00

Com lançamento programado para o primeiro trimestre de 2022, o novo Citroën C3 terá sua pré-venda online iniciada em janeiro. Apurei que a versão destinada aos primeiros compradores será First Edition, equipada com motor 1.6 16v FlexStart e transmissão automática de seis marchas. Como é de praxe ultimamente, a marca deverá fazer algum agrado aos primeiros compradores como chamariz de vendas.

A motorização não ficará restrita ao motor do novo Peugeot 208. A terceira geração do hatch no Brasil também terá o motor 1.0 Firefly em versões de entrada.

  • O UOL Carros agora está no TikTok! Acompanhe vídeos divertidos, lançamentos e curiosidades sobre o universo automotivo.

O novo C3 seguirá a mesma lógica de versões do irmão C4 Cactus: além da First Edition 1.6 AT6, a Feel 1.6 manual e a Feel Pack 1.6 AT6 estão confirmadas. Ele também terá a topo de linha Shine 1.6 16v AT6.

Já a versão Live, de entrada, aposto minhas fichas que só venha equipada com o motor 1.0 Firefly, para dar volume de vendas - a Feel também deverá oferecer o propulsor 1.0.

As fotos da unidade cinza que ilustram essa matéria são de uma possível versão de entrada. Ela mantém as luzes em LED de condução diurna, mas perde os faróis auxiliares e as rodas de liga. A unidade tinha rodas de aço com calotas.

Em valores atuais, o motor 1.0 Firefly rende potência de 72 cv e torque de 10,4 kgfm com gasolina. Com etanol, a potência é de 77 cv e o torque fica em 10,9 kgfm. Entretanto, esse motor passará por atualizações para atender o novo Proconve PL7. Se seguir a lógica do que já ocorreu com o 1.3 Firefly e o 1.4 EVO, os números serão reduzidos.

Já o motor 1.6 FlexStart é velho conhecido na gama francesa. Recentemente o propulsor passou por diversas melhorias para equipar o novo Peugeot 208, lançado em 2020. O propulsor rende potência de 115 cv e torque de 15,4 kgfm com gasolina no tanque. Com o derivado da cana no tanque a potência passa para 118 cv e torque fica em 15,5 kgfm.

O motor 1.6 será ligado aos câmbios manual de cinco velocidades ou automático de seis marchas.

Ontem a Citroën revelou imagens da versão brasileira e revelou algumas alterações em relação ao modelo indiano - como os bancos, que por aqui terão encosto e apoio de cabeça separados.

Mas alguns detalhes para economia de materiais são visíveis. Os comandos elétricos dos vidros traseiros ficam no console central entre os bancos. Deste modo, atende para motorista e passageiros traseiros executarem os comandos de abertura e fechamento. Isso não é novidade em modelos da Citroën e Peugeot, que já usaram o subterfúgio em um passado distante.

No comunicado, a marca da Stellantis afirma que o novo Citroën C3 terá porta-malas como referência em seu segmento. A marca também promete que o hatch terá espaço para levar cinco ocupantes confortavelmente.

Eu, que vi o carro de perto, o achei bem altinho, mas não tinha um comprimento tão grande. Pelo que notei, ele também não é tão largo, mas isso só confirmaremos quando tivemos contato liberado com o carro.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.