PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Tecnologia consegue prever risco de infarto apenas examinando olho

iStock
Imagem: iStock

Do VivaBem

30/01/2022 13h02

Cientistas da Universidade de Leeds, no Reino Unido, desenvolveram um sistema de inteligência artificial que identifica risco maior de ataque cardíaco apenas com um exame de retina. A pesquisa foi publicada no periódico Nature no dia 25 de janeiro.

A tecnologia lê os exames e identifica se o paciente pode ter um infarto até um ano depois da análise. Segundo os pesquisadores, a precisão ficou entre 70% e 80% e o sistema poderia ser usado como um segundo mecanismo de referência para investigação cardiovascular aprofundada.

Como o estudo foi feito

  • A tecnologia é uma série de algoritmos que permitem que computadores identifiquem padrões nos dados e façam previsões. Ela analisou os exames de retina e cardíacos de mais de 5 mil pessoas.
  • O sistema estimou o tamanho e a eficiência de bombeamento do ventrículo esquerdo, uma das quatro câmaras do coração, apenas a partir de exames de retina. Um ventrículo aumentado está associado a um risco aumentado de doença cardíaca.
  • Combinando as informações cardíacas dos pacientes com dados demográficos (idade e gênero), o sistema previu o risco de ataque cardíaco nos 12 meses subsequentes.

Por que isso é importante?

De acordo com o professor Alex Frangi, que supervisionou a pesquisa, a técnica pode revolucionar a triagem de doenças cardíacas. "Os exames de retina são comparativamente baratos e rotineiramente usados da, os pacientes com alto risco de adoecer podem ser encaminhados para serviços cardíacos especializados", disse.

Chris Gale, um dos autores do estudo e professor de medicina cardiovascular na universidade, disse ainda que com a tecnologia os tratamentos preventivos podem ser iniciados mais cedo, justamente para prevenir doenças cardiovasculares prematuras.

Saúde