PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Bolsonaro tem crise de soluço; o que pode causar o problema?

Alan Santos/PR
Imagem: Alan Santos/PR

Luiza Vidal

Do VivaBem*, em São Paulo

10/07/2021 15h27Atualizada em 14/07/2021 10h37

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi submetido a uma série de exames na manhã desta quarta-feira (14), no HFA (Hospital das Forças Armadas), em Brasília, para investigar um quadro de soluço persistente.

Em live realizada na última quinta-feira (8), Bolsonaro demonstrou bastante dificuldade para falar por causa do problema e relatou que já estava sofrendo com o problema há dias. "Peço desculpas. Estou há uma semana com soluços e talvez não consiga me expressar adequadamente nesta live", disse.

Nas redes sociais, os internautas começaram a especular se o presidente está com algum problema de saúde por causa dos inúmeros soluços. "Um arroto a cada palavra. Isso é sintoma de refluxo gastroesofágico, úlcera gástrica ou hérnia hiatal", escreveu um usuário do Twitter.

"Vocês viram que o Bolsonaro está há duas semanas com um soluço que não passa? Uma das principais causas do soluço é o estresse", falou um outro internauta.

Mas, afinal, o que pode desencadear uma crise de soluço? Há vários motivos. Entre eles, comer rápido e em grande quantidade, tomar refrigerante, engolir ar, mudanças bruscas de temperatura, tabagismo, álcool, ansiedade e estresse.

Segundo Flávio Kawamoto, cirurgião do aparelho digestivo do Hospital Moriah (SP), uma das causas mais frequentes dos soluços excessivos é o refluxo gastroesofágico, que é quando ocorre o retorno do ácido estomacal para o esôfago. "Isso pode gerar uma irritação no nervo frênico, que é um dos responsáveis pela parte diafragmática, e pode acarretar no soluço", explica.

Por definição, o soluço é um movimento involuntário e provocado por um espasmo do diafragma, um músculo que separa o tórax do abdômen e está diretamente relacionado com a respiração. Esse espasmo é acompanhado simultaneamente pelo fechamento da glote, o que prejudica a passagem de ar para os pulmões e produz o som típico e característico do soluço.

O que fazer durante uma crise de soluço?

Caso a crise esteja muito forte, o recomendado é procurar um pronto-socorro ou um médico para tentar solucionar o problema. "Às vezes, quando é muito persistente e dura o dia inteiro, a pessoa fica com muita fadiga e começa a incomodar. Ela não consegue fazer as atividades do dia, como falar", diz o cirurgião.

Como a causa varia de acordo com o paciente, também não dá para definir um tratamento específico para o problema, que tende a ser passageiro. Se a crise de soluços for causada pelo refluxo, por exemplo, o médico irá tratar o quadro. Caso seja necessário, o especialista pode sugerir medicamentos para o tratamento.

Há outras medidas que podem auxiliar uma crise de soluços; veja:

  • Prender a respiração por alguns segundos;
  • Pressionar os joelhos dobrados contra o peito ajuda;
  • Engolir açúcar, miolo de pão ou gelo moído;
  • Respirar repetidamente dentro de um saco de papel;
  • Colocar o dedo na boca (ou usar um objeto) para tocar a úvula (o "sininho" da garganta), a fim de provocar reações de arroto e vômito para aliviar a pressão dentro do estômago.

* Com informações de reportagem publicada no dia 17/09/2015 e do site do Drauzio Varella.

Saúde