PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Taxa de transmissão da covid sobe para 1,13 no Brasil, diz Imperial College

Cada 100 pessoas infectadas com o coronavírus no Brasil contaminam outras 113, diz Imperial College - Renato Lopes RP/Futura Press/Estadão Conteúdo
Cada 100 pessoas infectadas com o coronavírus no Brasil contaminam outras 113, diz Imperial College Imagem: Renato Lopes RP/Futura Press/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

22/06/2021 11h33Atualizada em 22/06/2021 12h32

A taxa de transmissão (Rt) da covid-19 no Brasil apresentou alta nesta semana e está em 1,13, segundo dados divulgados pelo Imperial College de Londres.

Isso significa dizer que 100 pessoas infectadas com o vírus contaminam outras 113. Na semana passada, o Rt do Brasil estava em 1,07.

A taxa deve estar abaixo de 1 para que a pandemia seja considerada controlada.

Em documento, a universidade prevê que o país tenha 16.300 mortes devido à covid-19 esta semana, podendo variar entre 15.100 e 17.400.

Na semana anterior, o Imperial College estimou 14.300 mortes no Brasil e registrou 14.264.

Brasil ultrapassa marca de 500 mil mortos

O Brasil atingiu no sábado (19) a marca de 500 mil mortes por covid-19. Os dados foram coletados pelo consórcio de veículos de imprensa, do qual o UOL faz parte, junto às secretarias estaduais de Saúde.

O país ultrapassou os 500 mil mortos apenas 50 dias depois de chegar à marca de 400 mil e cerca de 15 meses após a confirmação da primeira morte pela doença.

Foram 2.073 óbitos em média nos últimos sete dias, o que indica uma aceleração de 27% na comparação com 14 dias atrás. O índice está acima de 1.000 há 150 dias. Durante a chamada primeira onda, o maior tempo que a média móvel ficou acima de mil foi 31 dias.

Saúde