PUBLICIDADE

Topo

Cinco capitais têm vacinação suspensa da 1ª dose contra covid-19

Placa informa falta de vacina contra covid-19 em posto de vacinação CSE Butantã, em São Paulo (SP) - Aloísio Maurício/Fotoarena/Estadão Conteúdo
Placa informa falta de vacina contra covid-19 em posto de vacinação CSE Butantã, em São Paulo (SP) Imagem: Aloísio Maurício/Fotoarena/Estadão Conteúdo

Do VivaBem, em São Paulo

22/06/2021 11h20Atualizada em 22/06/2021 16h59

Ao menos cinco capitais brasileiras estão com a aplicação da primeira dose da vacina contra a covid-19 suspensas hoje devido à falta de imunizantes. São elas: Aracaju, Campo Grande, Florianópolis, João Pessoa e São Paulo.

A aplicação da segunda dose segue normalmente nessas cidades, exceto em São Paulo, onde a campanha de vacinação foi totalmente paralisada. Confira abaixo como está a vacinação nessas capitais.

Aracaju

A prefeitura de Aracaju informou que o número de pessoas que compareceram aos postos de vacinação no último fim de semana ultrapassou a previsão estabelecida e, por isso, foi necessário suspender a aplicação da primeira dosa contra a covid-19 a partir de hoje.

Assim, a imunização das pessoas com 39 e 38 anos, que estava prevista para hoje, está temporariamente suspensa até a chegada de novas doses das vacinas na capital sergipana.

A segunda dose segue sendo administrada na cidade. As pessoas que tomaram a primeira dose da vacina Oxford/AstraZeneca e tem agendamento para receberem a segunda dose até 30 de junho, poderão antecipar a vacinação, segundo a prefeitura.

A lista com os locais de vacinação pode ser consultada no site da prefeitura de Aracaju.

Campo Grande

A prefeitura da Campo Grande informou que os postos de vacinação abrem hoje exclusivamente para a aplicação da segunda dose de CoronaVac (para quem tomou primeira dose até 2 de junho) e AstraZeneca (para quem tomou primeira dose até 22 de abril).

A aplicação da CoronaVac será feita somente nos drives-trhu (Ayrton Senna, Albano Franco e Cassems) e polos (Guanandizão, IMPCG e Seleta). Já a AstraZeneca está disponível nos drives, polos e unidades de saúde. A lista dos locais de vacinação pode ser consultada no site da prefeitura de Campo Grande.

Quem for se vacinar ainda pode utilizar um código promocional para ter desconto para de ir de Uber ao posto de vacinação. De acordo com a prefeitura, os códigos promocionais darão direito a viagens gratuitas de ida e volta, no valor máximo de R$ 25. O código precisa ser adicionado no aplicativo da Uber antes das viagens. As instruções para ativar o desconto estão no site do município.

Florianópolis

A prefeitura de Florianópolis informou que a vacinação hoje será apenas para a aplicação de segunda dose em pessoas de 67 anos ou mais. Também receberão a segunda dose todas as pessoas que tomaram a primeira dose há mais de 12 semanas, mesmo que estejam com atraso.

A lista com os locais de vacinação estão no site da prefeitura de Florianópolis.

João Pessoa

Em João Pessoa, a prefeitura informou que aplicará hoje apenas a segunda dose dos imunizantes da AstraZeneca (Fiocruz) e CoronaVac. (Veja mais informações no site da prefeitura)

Em comunicado, a prefeitura diz que espera a chegada de novos imunizantes para dar continuidade à vacinação da primeira dose. A última faixa etária contemplada foi a de 48 anos, no último domingo (20).

São Paulo

A prefeitura de São Paulo anunciou ontem a suspensão da aplicação de vacinas contra covid-19 na cidade por um dia. A previsão é que a imunização seja retomada amanhã depois do envio de 186 mil doses pelo governo estadual.

Na capital paulista foi suspensa a vacinação tanto da primeira como da segunda dose. A prefeitura disse que informou o governo estadual no último sábado sobre a possibilidade de desabastecimento.

O calendário prevê a imunização de pessoas com 49 anos amanhã na capital paulista. Veja a previsão completa:

  • 49 anos - a partir de 23/06
  • 48 anos - a partir de 24/06
  • 45 a 47 anos - a partir de 25/06
  • Repescagem 45 a 49 anos - 26/06
  • 44 anos - a partir de 28/06
  • 43 anos - a partir de 29/06
  • 42 anos - a partir de 30/06
  • Repescagem 42 a 44 anos - 03/07
  • 41 anos - a partir de 05/07
  • 40 anos - a partir de 08/07
  • 39 anos - a partir de 15/07
  • 38 anos - a partir de 19/07
  • 37 anos - a partir de 22/07
  • 36 anos - a partir de 26/07
  • 35 anos - a partir de 28/07
  • 34 anos - a partir de 30/07
  • 33 anos - a partir de 02/08
  • 32 anos - a partir de 04/08
  • 31 anos - a partir de 09/08
  • 30 anos - a partir de 12/08
  • 29 anos - a partir de 16/08
  • 28 anos - a partir de 19/08
  • 27 anos - a partir de 23/08
  • 26 anos - a partir de 25/08
  • 25 anos - a partir de 30/08
  • 23 e 24 anos - a partir de 1/09
  • 21 e 22 anos - a partir de 06/09
  • 20 anos - a partir de 09/09
  • 18 e 19 anos - a partir de 13/09

Saúde diz depender de fabricantes

Questionado pelo UOL sobre a previsão de entrega de novas doses, o Ministério da Saúde disse que "não mede esforços para acelerar a vacinação" contra a covid-19 e que depende das entregas dos fabricantes para realizar a distribuição aos entes federados.

Nesta semana, já foram enviadas mais de 7,6 milhões de doses da vacina AstraZeneca/Oxford aos estados e ao Distrito Federal, ainda segundo a pasta. Também há expectativa para distribuição de mais imunizantes da Pfizer, mas a quantidade será definida após reunião entre União, estados e municípios.

"É importante ressaltar que a responsabilidade pela distribuição aos municípios é da gestão estadual", finalizou o Ministério da Saúde.