PUBLICIDADE

Topo

Pergunte ao VivaBem

Os melhores especialistas tiram suas dúvidas de saúde


Pergunte ao VivaBem

Por que meus seios doem antes da menstruação?

Priscila Carvalho

Do VivaBem, em São Paulo

22/09/2020 04h00

É muito comum que a dor no seio apareça, principalmente, alguns dias antes do período menstrual. A explicação para o incômodo está na relação dos hormônios com o corpo da mulher. As mamas têm receptores para hormônios femininos e, como a mulher os produz constantemente pelo ovário, ela fica exposta ao ciclo hormonal composto, basicamente, pelos períodos menstrual, pré-ovulatório, ovulatório e pós-ovulatório.

Após ovulação a mulher fica com uma quantidade maior do hormônio progesterona, que é altamente receptivo nas mamas, promovendo um edema, inchaço e sensibilidade. E se engana quem pensa que o uso de anticoncepcional pode melhorar os sintomas. O remédio possui o hormônio de forma sintética, o que não muda em nada o incômodo na região.

Vale lembrar que a dor na região também não está associada a nenhum risco de câncer de mama ou algo do tipo. Geralmente é muito comum mulheres sentirem esse tipo de problema nas mamas e confundirem com algum sinal oncológico ou doença relacionado. Para afastar qualquer sinal, o ideal é fazer exames específicos do problema.

O melhor tratamento para o desconforto na região é a mudança no estilo de vida, como praticar exercícios físicos, evitar alimentos gordurosos e controlar o estresse. Além disso, é possível recorrer ao uso de vitamina E em pequenas doses para auxiliar na dor. Em alguns casos, mesmo com as mudanças não é possível evitar o surgimento da dor antes da menstruação.

Fontes: Lídia Myung, ginecologista e obstetra da BP - A Beneficência Portuguesa de São Paulo; José David Kandelman, mastologista do Centro Especializado em Oncologia do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

Quais são suas principais dúvidas sobre saúde do corpo e da mente? Mande um email para pergunteaovivabem@uol.com.br. Toda semana, os melhores especialistas respondem aqui no VivaBem.

Pergunte ao VivaBem