PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Vacina chinesa que será testada no Brasil chega a São Paulo

Vacina contra o coronavírus da farmacêutica chinesa Sinovac Biotech que será testada no Brasil chegou hoje a São Paulo - iStock
Vacina contra o coronavírus da farmacêutica chinesa Sinovac Biotech que será testada no Brasil chegou hoje a São Paulo Imagem: iStock

Do VivaBem, em São Paulo

20/07/2020 10h06

A vacina contra o novo coronavírus da farmacêutica chinesa Sinovac Biotech que será testada no Brasil chegou hoje a São Paulo, informou o governador do estado, João Doria (PSDB).

"Bom dia, pessoal. Chegou ao Brasil nesta madrugada o carregamento com as vacinas contra o coronavírus desenvolvidas pelo Instituto Butantan em parceria com a Sinovac Biotech. As unidades serão utilizadas na última etapa de testes da CoronaVac em cinco estados brasileiros e no DF", escreveu o tucano nas redes sociais.

O governo paulista anunciou no mês passado uma parceria entre o Instituto Butantan e a farmacêutica. Na ocasião, Doria afirmou que os testes começariam em julho, e o Instituto Butantan terá domínio da tecnologia para produção em larga escala.

A previsão é de que a vacina esteja disponível até junho de 2021. Em entrevista à rádio CBN no último dia 7 de julho, o diretor do Butantan, Dimas Covas, disse estar otimista com a possibilidade de disponibilizar a vacina ainda no fim deste ano ou no início de 2021.

Ao todo, nove mil voluntários serão testados no Brasil — eles são obrigatoriamente profissionais da saúde.

A vacina já passou pelos estudos pré-clínicos, demonstrando segurança em animais de laboratórios, e iniciou os estudos clínicos, em humanos.

A terceira e última fase do teste clínico é o "test-drive" da vacina. Os participantes são divididos em dois grupos: metade toma a vacina e metade recebe um placebo ou uma outra vacina que não protege contra o patógeno estudado.

Saúde