PUBLICIDADE

Topo

#ProjetoVivaBem

#ProjetoVivaBem: como reduzir prejuízos na dieta durante o final de semana

Os participantes do Projeto VivaBem estão focados no treino e na dieta, mas às vezes é difícil resistir às tentações do final de semana - Iwi Onodera/UOL
Os participantes do Projeto VivaBem estão focados no treino e na dieta, mas às vezes é difícil resistir às tentações do final de semana Imagem: Iwi Onodera/UOL

Priscila Carvalho

DO VivaBem, em São Paulo

21/02/2020 04h00

Desde que o #ProjetoVivaBem - 3 meses para entrar em forma começou, os leitores e os cinco membros da equipe do UOL estão empenhados em manter a rotina de exercícios e o cardápio para mudar o shape —conheça os participantes do projeto no link e veja também o treino e a dieta para perder gordura e definir o corpo, que você pode começar a seguir agora.

Porém, parte da turma que está suando a camisa para adquirir hábitos mais saudáveis encontrou uma grande dificuldade: resistir aos doces, cervejas, salgados e outras guloseimas nos finais de semana, quando ocorrem festas, viagens, encontros com amigos ou até mesmo aquela preguiça de cozinhar e não há nenhum restaurante por perto.

Arthur Belotto, redator de mídias sociais, conta que seu maior deslize foi o consumo de bebida alcoólica durante folia nos bloquinhos de Carnaval. "Outra coisa que atrapalhou a dieta foram minhas visitas à casa da minha mãe. Não tem como dizer não a um belo almoço de domingo, né?"

Tem, sim, Arthur. Como nos orientou Suzana Bonumá, nutricionista que elaborou o cardápio dos participantes do #ProjetoVivaBem, o segredo é se planejar e também tentar deixar as pessoas próximas de você engajadas na sua meta —se não forem seguir a mesma dieta, amigos e familiares devem ao menos estar conscientes de que você está evitando comer besteiras e não colocar toda hora tentações na mesa.

Talyta Vespa, repórter do UOL Esporte, conseguiu isso ao ponto de, no aniversário dela, os pais prepararam um menu com saladinha e outras opções saudáveis. Assim, ela não passou vontade e "sofreu" diante de salgados, brigadeiros e bolo. E o envolvimento da família de Talyta foi tanto que, durante sete dias de folga no Rio de Janeiro, a irmã topou treinar junto com a repórter antes de ir curtir os bloquinhos.

Veja abaixo outras táticas para minimizar os prejuízos na dieta aos finais de semana ou em viagens e não sabotar suas metas de perda de peso.

Planeje sua refeições com antecedência

Quando você está seguindo um menu elaborado por uma nutricionista —como é no #ProjetoVivaBem, em que Bonumá criou um cardápio para reduzir gordura e definir o corpo e um cardápio para perder muitos quilos —fica mais fácil ir ao supermercado e comprar tudo o que vai consumir em uma semana. "Fiz isso e, quando cheguei ao Rio, comprei tudo que precisaria para as refeições que faria no apartamento: ovos para o café da manhã e atum para o jantar. Assim, já garanti que não 'quebraria' a dieta em duas refeições do dia", conta Talyta.

Quanto estava na rua, ela fazia escolhas inteligentes. "Procurava por restaurantes por quilo, que geralmente têm mais opções de verduras e legumes. Porém, muitas vezes também fui num PF, em que podia pedir frango, purê, feijão e salada."

Controle-se ao sair da dieta

Tudo bem um dia ou outro você comer uma besteira —inclusive, Bonumá permitiu que os participantes do #ProjetoVivaBem cometessem duas escapadas na dieta por semana, que chamou de "extras". Um extra é, por exemplo, tomar duas latas de cerveja; ou comer uma sobremesa; ou dois pedaços de pizza, ou um hambúrguer ou outra refeição pouco saudável que não está no plano alimentar.

Quando for sair da dieta, apenas faça isso de forma planejada e não esbanje. Ao ir a um restaurante italiano, por exemplo, considere o extra apenas a lasanha. E não também o pão de entrada, a sobremesa, o vinho...

Não planeje sempre sair da dieta aos finais de semana

É comum deixarmos para cometer deslizes nutricionais aos sábados e domingos, pois nesses dias nossa rotina muda e temos mais eventos sociais. Porém, isso pode ser uma armadilha e, sem ver, além do hambúrguer no jantar de sábado à noite (que era sua escapada planejada), você come um pão de queijo com chocolate quente no lanche pois era a única opção que tinha no shopping; almoça macarrão pois não encontrou um quilo aberto para comer salada etc. Isto é, você saiu da dieta o dia inteiro e gastou vários extras, e à noite ainda vai aproveitar seu extra que estava planejado.

"Muitas vezes, vale a pena abrir uma exceção e sair da dieta durante a semana, para não concentrar todas suas escapadas no final de semana. Deixar para comer besteiras sempre aos sábados e domingo pode fazer com que a pessoa deixe a dieta muitas vezes sem perceber", diz Suzana Bonumá.

Coma antes de ir a uma festinha

Evite chegar a uma festa (ou ao bar) com fome. Quando a pessoa não está acostumada, ficar em jejum por muito tempo pode fazer que ela não controle bem o que está comendo (a qualidade e a quantidade) e ainda tenha uma sensação de merecimento por determinado prato ou bebida.

Faça trocas espertas com o álcool

Escolha uma bebida alcoólica que você leva mais tempo para consumir e não "vira rapidinho", como costuma ser com a cerveja. É possível substituir duas latinhas por três doses de gin tônica ou caipvodka; ou uma taça e meia de vinho.

Além disso, procure tomar um copo de água entre um gole e outro na bebida alcoólica. Isso vai fazer seu drinque "durar mais" e você ainda vai acabar bebendo menos, pois vai encher sua barriga de água. Com essa tática, é possível ficar uma festa inteira com duas doses de destilados.

Divida sua sobremesa

Se a vontade de um doce for grande, opte por fazer uma refeição mais leve antes da sobremesa e nunca peça a guloseima só para você. Ao dividi-la com alguém, você mata a vontade de doce e não come uma porção inteira (muitas vezes exagerada) pois ela era só sua e você não queria desperdiçar. No verão, uma opção para driblar a vontade de doce é consumir um sorbet. "Ele não possui a gordura do leite e tem poucas calorias", reforça Bonumá.

Evite petiscar no churrasco

O ideal é montar um prato com tudo que precisa comer e almoçar (ou jantar). Assim, você tem a noção exata de quanto vai consumir. Se ficar ali do lado da churrasqueira beliscando um pedaço de carne aqui, uma linguiça ali e uma coxinha de frango acolá, acaba ingerindo muita comida sem perceber e ainda fica com a impressão de que comeu pouco —e então ainda vai fazer um pratinho com farofa, maionese e mais carne!

Ao montar seu prato no churrasco, pegue um bife inteiro (ou três coxinhas de frango ou uma linguiça) e deguste de forma lenta, sentindo o alimento. Escolha saladas leves, como folhas, e fuja da maionese e molhos calóricos ou industrializados.

#ProjetoVivaBem: tire suas dúvidas sobre nosso plano

Muitos leitores estão mandando questões sobre o treino e a dieta para o Instagram @vivabem_uol. Estamos respondendo a todos diretamente lá, mas também criamos uma página com as respostas dessas perguntas, pois muitas vezes a dúvida de um leitor pode também ser a sua. Confira no link a seguir a página para tirar dúvidas sobre o #ProjetoVivaBem.

#ProjetoVivaBem