Topo

Pergunte ao VivaBem

Os melhores especialistas tiram suas dúvidas de saúde


Pergunte ao VivaBem

Uso minha calcinha absorvente o dia todo. Pode causar algum problema?

Pergunte VivaBem calcinha
Imagem: Fernanda Garcia/UOL VivaBem

Daniel Navas

Colaboração para o VivaBem

08/10/2019 04h00

Sim, já que o sangue menstrual é um meio propício para a proliferação de bactérias e fungos e o contato prolongado dele com a pele e a vulva pode causar problemas como irritação, infecção e desequilíbrio da flora vaginal.

A calcinha absorvente deve ser usada apenas durante a menstruação ou quando há corrimento vaginal ou escapes leves de urina. Ela absorve o fluxo sanguíneo (e outros fluidos naturais), dispensando o absorvente descartável. Vesti-la o dia inteiro não é recomendado porque pode abafar e elevar a umidade da região genital, modificando a composição e o pH da flora vaginal e favorecendo o desenvolvimento de infecções, corrimento, coceira e ardência no local.

Para entender melhor: a peça é fabricada com três camadas de tecido que podem variar em sua composição conforme a marca, mas seguem padrões semelhantes. A parte interna da calcinha, que fica em contato com a pele, normalmente é feita com tecido de algodão, que permite a absorção de sangue menstrual ao mesmo tempo em que evita a umidade. A segunda camada é o núcleo absorvente, onde o sangue fica armazenado. A terceira e última camada fica em contato com a roupa e é constituída de tecido impermeável, para impedir o vazamento do sangue.

Existem no mercado opções de modelos e materiais indicados para diferentes intensidades de fluxo menstrual. Não há restrição de uso, ou seja, todas as mulheres podem adotar.

Como cuidar da peça

Os fabricantes indicam que a calcinha absorvente pode ser usada por 6 a 10 horas direto. Porém, de acordo com os ginecologistas, o ideal é trocar a peça em intervalos menores ou quando a mulher perceber excesso de umidade por conta do fluxo ou da transpiração na região íntima. Assim, evita-se a proliferação bacteriana no local. A calcinha deve ser lavada até 12 horas após o uso (preferencialmente com sabão neutro), para que o sangue menstrual não resseque e fique impregnado no tecido, o que dificultaria a higienização correta.

O ideal é deixar a calcinha de molho por 30 minutos e, depois, lavá-la à mão ou na máquina. É melhor não usar amaciante e alvejante, que podem danificar a calcinha, além de gerar quadros alérgicos, caso resíduos de produto entrem em contato com a pele sensível da região genital. Na hora de secar a peça, escolha um local ao ar livre e, de preferência, com sol. Se não for possível, a secadora com ar quente é uma boa opção. Evite deixar a calcinha absorvente dentro do banheiro, pois a umidade do ambiente pode atrapalhar a secagem completa da peça, contribuindo, assim, para o crescimento de bactérias no tecido.

Fontes: Andrezza Vilaça Belo Lopes, professora do departamento de ginecologia e obstetrícia da Faculdade de Medicina da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais); Maria Luisa Mendes Nazar, ginecologista do Hospital Edmundo Vasconcelos (SP); e Renata Palombo, ginecologista com título de especialista em ginecologia e obstetrícia pela Febrasgo (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia) e obstetra no NotreDame Intermédica Saúde (RJ).

Mais Pergunte ao VivaBem