Topo

Check-up VivaBem

Aqui boato não tem vez! Esclarecemos o que dizem por aí


Check-up VivaBem

Tênis com amortecimento ou pisada específica é essencial para evitar lesão?

CheckUp tenis
Imagem: Priscila Barbosa/UOL VivaBem

Diana Cortez

Colaboração para o UOL VivaBem

03/07/2019 04h00

Se você é um adepto da corrida e gasta horas pesquisando qual é o melhor calçado para a sua pisada ou a mais nova tecnologia para reduzir o impacto nas passadas, pode aproveitar esse tempinho para fazer outra coisa.

Apesar de haver ainda poucas pesquisas sobre o assunto, boa parte delas mostra que um tênis específico para cada tipo de pisada não é capaz de prevenir lesões. A história é a mesma em relação ao sistema de amortecimento do calçado.

Uma revisão de estudos publicada em 2015 no British Journal of Sports Medicine aponta que a taxa de lesões na corrida não mudou significativamente nos últimos 40 anos --período em que os calçados tiveram grande evolução, e, consequentemente, deveriam reduzir o número de lesões se fossem realmente essenciais para isso. Assim, os cientistas não conseguiram comprovar que a redução de impacto e o controle de pisada são fatores que previnem lesão, e concluíram que o mais importante é escolher um tênis confortável.

Por que o tênis não evita lesão?

A razão de usar um tênis específico para sua pisada é que ele corrigiria desvios de passada que afetam a biomecânica, evitando sobrecargas nas articulações. Agora pense: como um calçado produzido em série, com o mesmo molde para o mundo todo, vai conseguir atender as especificidades de diferentes pés, que são uma das estruturas mais complexas do corpo?

"Cada corredor apresenta um ângulo específico de desvio durante a passada, seja em uma pisada pronada (quando o pé cai um pouco para dentro ao andar ou correr), seja supinada (caracterizada pelo apoio da borda lateral de fora do pé)", explica Alexandre Godoy, professor do Departamento de Ortopedia da USP (Universidade de São Paulo).

Além disso, é bem comum uma pessoa ter pés com diferentes tipos de pisada, um neutro e o outro supinado ou pronado, por exemplo, comenta Raquel Castanharo, fisioterapeuta especialista em corrida e mestra em biomecânica da corrida pela USP (Universidade de São Paulo).

E o amortecimento?

Se você se sente mais confortável ao correr com um calçado com bom amortecimento, não há nenhum problema nisso --pelo contrário. Mas saiba que os principais responsáveis por minimizar o impacto nas articulações durante as passadas são seus músculos e a forma como você corre, não o tênis.

Portanto, para se proteger de lesões, é muito importante investir em trabalhos de fortalecimento da musculatura das pernas e dos glúteos (que podem ser feitos na academia ou correndo em subidas, por exemplo) e melhorar sua biomecânica, tentando suavizar o impacto da passada, ou seja, evitar bater o pé com força no chão --procure fazer o menor barulho possível ao tocar o pé no solo.

Dicas para escolher um bom tênis de corrida

- Opte por um calçado com pisada neutra, que seja confortável e indicado para a atividade.

- Verifique se há espaço livre para os dedos mais compridos (cerca de um centímetro). Além de evitar lesões nas unhas, isso possibilita uma passada com menor impacto. Algumas pessoas costumam comprar tênis um número maior em relação a outros sapatos ou apostar em modelos com formatos mais largos na parte anterior. Independentemente de qual for sua escolha, cuide apenas para o pé ficar estável, sem apertar.

- A escolha do amortecimento é pessoal. Então, tanto faz ser mais rígido ou macio. Só não se esqueça que seu corpo tem um papel importante na redução do impacto. De acordo com um estudo da Universidade de Oregon (Estados Unidos), publicado no Orthopaedic Journal os Sports Medicine, pessoas que usam calçados maximalistas (com grande amortecimento) dão passadas com maior impacto e carga nos pés em relação àqueles que correm com um solado com amortecimento médio, aumentando os riscos de lesão. Entenda que aqui a culpa possivelmente não é do calçado, mas do atleta, que por ter um calçado com amortecimento excessivo não se preocupa em suavizar a passada.

- Modelos minimalistas devem ser adotados apenas por corredores experientes e com preparo muscular.

- Quando for comprar o tênis, escolha materiais maleáveis para evitar zonas de atrito nas laterais. E dê uma boa volta com o calçado nos pés para sentir se é realmente confortável e se o produto atende o que você procura.

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube