Topo

Corrida


Corrida

Assaduras na corrida: aprenda como evitar e por que elas aparecem

iStock
Imagem: iStock

Alexandre Sinato

Colaboração para o UOL VivaBem

07/06/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Assaduras são comuns em corredores devido ao atrito de uma região com outra ou com algum tecido. Mamilos, coxas e virilhas são as áreas mais afetadas
  • Roupas com tecidos que permitem a transpiração, bermudas de compressão e uso de vaselina são algumas dicas de prevenção
  • Mas se você já está com assaduras, mantenha a pele hidratada, evite atrito na região e use roupas de tecidos mais leves

Se você corre, muito provavelmente já teve problema com ela ou conhece alguém que teve. Não é uma lesão grave, mas é capaz de interromper suas passadas. O nome dessa vilã? Assadura. Muitas coxas, axilas e mamilos comprovam que esse é um dos problemas mais comuns entre os amantes da corrida. A notícia boa é que evitá-la requer cuidados básicos.

Assadura é uma expressão popular para uma dermatite, ou seja, uma inflamação da pele. Ela é causada basicamente pelo atrito repetitivo de uma região com a outra (uma coxa raspando na outra, por exemplo) ou pela fricção da pele com algum tecido ou acessório.

"A assadura é causada principalmente quando há umidade associada, o que é comum nas dobras", pontua Selma Helene, dermatologista do Hospital Albert Einstein. É por isso que axilas, seios e virilhas se juntam às coxas e aos mamilos como as regiões mais afetadas entre os corredores.

Raspar uma perna na outra, por si só, não costuma ser um problema. Mas adicione a isso suor e muitos movimentos repetitivos e pronto: a "receita" perfeita para o surgimento da assadura está pronta. Quanto mais suor e mais movimento, maior a chance de a assadura aparecer. Ou seja, quanto mais longa for a corrida, maior a chance de sua pele "assar".

A assadura também costuma ser mais recorrente em quem tem maior área de atrito, como os corredores com coxas grossas, por exemplo. Correr na chuva ou em percursos com água também aumentam a chance de a inflamação acontecer, já que tais condições oferecem o toque perfeito de umidade para a equação da assadura.

Roupas e acessórios adequados

Além do atrito da própria pele, roupas e acessórios também podem causar assadura. Como cada organismo reage da sua maneira ao contato com os mais diferentes tipos de tecido, a dica é optar por aqueles que permitam a transpiração da pele e sequem mais rapidamente.

A poliamida é uma das queridinhas mais conhecidas no mercado da corrida, já que oferece conforto e sua tecnologia permite ao corpo uma troca eficiente de calor com o meio ambiente, mas não existe unanimidade: o importante é ficar o menor tempo possível com roupa molhada em atrito com a pele.

Entre os corredores, outras dicas são bem comuns para evitar a assadura. "As recomendações vão desde utilizar bermudas de compressão, para evitar o contato entre as coxas, até o uso de vaselina e de tecidos que retêm menos o suor", conta José Carlos Fernando, diretor-técnico da Ztrack Assessoria Esportiva.

A vaselina cremosa é muito usada por corredores por proteger a pele da fricção. Ela age como um hidratante, ajudando a pele a "deslizar" durante as passadas.

Como se livrar da assadura

Mas se você viu essas dicas tarde demais e já está sofrendo com assaduras, a saída é dar um tempo para a região afetada. Os especialistas recomendam manter a pele hidratada e, obviamente, evitar atrito na área inflamada.

Opte por roupas leves e, se possível, deixe a região "respirar". Quando perceber que a vermelhidão desapareceu e área está cicatrizada, é hora de voltar para a corrida --mas agora com os devidos cuidados.

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Corrida