PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Óleo de rosa mosqueta faz mesmo bem para pele? Veja benefícios e como usar

Óleo de rosa mosqueta: veja para que serve e benefícios à pele - Getty Images/iStockphoto
Óleo de rosa mosqueta: veja para que serve e benefícios à pele Imagem: Getty Images/iStockphoto

Nathalie Ayres

Colaboração para VivaBem

07/05/2021 04h00

O óleo de rosa mosqueta é extraído dos frutos e sementes da planta Rosa Mosqueta, nome popular da família de arbustos que engloba cerca de 70 espécies. A substância é rica em vitaminas como a A, minerais tais quais o potássio, cálcio e magnésio e ácidos graxos poli-insaturados como o ácido linoleico (da família ômega 6) e alfa-linoleico (ômega 3), entre outros.

Muitos desses nutrientes são conhecidos por terem propriedade antioxidante. "A composição exata pode variar a depender da espécie, do método de extração e se é proveniente da semente ou do fruto", explica a dermatologista Francine Belineti, professora da Escola de Medicina da PUC-PR - Campus Londrina (Pontifícia Universidade Católica do Paraná).

Esse item, no entanto, é mais conhecido por seus usos na pele. Como outros óleos vegetais, possui propriedades hidratantes. E também é aclamado por outros tipos de benefícios à cútis, mas será que eles são de fato comprovados? Tire suas dúvidas a seguir:

Oléo de rosa mosqueta: benefícios e mais

Como usar o óleo de rosa mosqueta na hidratação da pele?

O benefício mais conhecido desse óleo é como hidratante: por ser de origem vegetal, ele tem a capacidade de penetrar mais profundamente na pele, ajudando na regeneração dos tecidos.

"Para a pele ressecada, ele pode ser utilizado de uma a duas vezes ao dia. Uma camada fina pode ser aplicada antes do protetor solar e/ou à noite", explica a dermatologista Francine Belinetti, professora de dermatologia na PUC-PR/Londrina (Pontifícia Universidade Católica do Paraná, campus Londrina).

Isabel Piatti, especialista em estética e cosmetologia, explica que é importante também massagear a pele durante a aplicação.

Óleo de rosa mosqueta pode ser usado diretamente na pele?

De acordo com a cosmetóloga Isabel Piatti, ele pode ser usado puro na pele —mas somente à noite, pois corre o risco de reagir às radiações solares e causar irritação. Pessoas de pele oleosa devem tomar cuidado com esse tipo de aplicação, já que a tendência é aumentar ainda mais a oleosidade e até causar oclusão dos poros.

Nesses casos, o ideal é misturá-lo a um hidratante em pequenas quantidades e usá-lo somente no corpo. "Lembrando que o importante é que esses cremes e loções hidratantes sejam em bases livres de substâncias químicas tóxicas", pondera Piatti.

Para o rosto, prefira produtos que já venham com o óleo em sua composição, assim há menos risco de danos à pele.

Óleo de rosa mosqueta pode ser usado para clarear manchas?

Não existem estudos científicos demonstrando os benefícios do tratamento com óleo de rosa mosqueta para manchas, como ressalta o dermatologista Daniel Cassiano, professor de dermatologia do curso de medicina da Universidade São Camilo (SP) e médico da Clínica GRU.

No entanto, devido às suas propriedades antioxidantes, acredita-se que ele pode ser adjuvante no tratamento de alguns tipos de manchas, como o melasma.

Óleo de rosa mosqueta é bom para quem tem estrias?

Mais uma vez, não há comprovação científica. No entanto, "parte fundamental da prevenção e do tratamento das estrias é a hidratação da pele e, nesse sentido, o uso do óleo de rosa mosqueta pode ajudar", frisa Cassiano.

Francine Belinetti reforça que seu uso pode ajudar nas estrias que ainda estão avermelhadas, mas devem ser aliadas a outros produtos. Já as estrias esbranquiçadas são cicatrizes e só são atenuadas com tratamentos mais agressivos.

Óleo de rosa mosqueta pode tratar queimaduras?

De acordo com a dermatologista Francine Belinetti, os estudos usando o óleo de rosa mosqueta na cicatrização de feridas, como pós-cirúrgicas, ulcerações e queimaduras, são bastante promissores.

"Entretanto, ainda há substâncias comprovadamente mais seguras e eficazes que acabamos optando por utilizar", aponta. Para queimaduras mais superficiais, ela indica a aplicação de 2 a 3 vezes ao dia.

Ele pode ajudar a atenuar rugas e prevenir o envelhecimento da pele?

Mais uma vez, não há nenhuma comprovação científica deste benefício do produto. No entanto, por ter ação antioxidante, o óleo de rosa mosqueta pode evitar a degeneração do colágeno e fibras elásticas da pele. "Além disso, funciona como hidratante, mantendo a barreira cutânea saudável, o que é fundamental para uma pele mais jovem", reforça Cassiano.

Existem benefícios na ingestão do óleo de rosa mosqueta?

Como já foi ressaltado, o óleo de rosa mosqueta é rico em nutrientes com ação antioxidantes. "Eles atuam protegendo as células do organismo contra a ação dos radicais livres, e o estresse oxidativo que culminam a longo prazo com o maior risco de desenvolvimento da maioria dos tipos de câncer", explica a nutricionista Clarissa Fujiwara, coordenadora de nutrição da Liga de Obesidade Infantil do HC-FMUSP (Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo).

Além disso, estudos indicam que o óleo possui fitoesteróis, conhecidos por terem um efeito redutor no colesterol absorvido pelo intestino.

Saúde

Saúde