PUBLICIDADE

Topo

Viagem


Perdeu a bagagem nos EUA? Ela pode estar à venda em superloja no Alabama

Interior da loja Unclaimed Baggage Center, no Alabama, nos Estados Unidos - Reprodução/Facebook Unclaimed Baggage Center
Interior da loja Unclaimed Baggage Center, no Alabama, nos Estados Unidos Imagem: Reprodução/Facebook Unclaimed Baggage Center

Do UOL

16/01/2020 11h31

Quem nunca se perguntou onde vão parar as bagagens extraviadas no aeroporto? Nos Estados Unidos, vale a pena procurar aquele item de estimação perdido na viagem na Unclaimed Baggage Center, uma megaloja especializada em "bagagens não reclamadas", como o próprio nome indica.

Localizada na cidade de Scottsboro, no Alabama, a loja abriga mais de um milhão de itens deixados para trás por viajantes.

Entre roupas, acessórios, equipamentos eletrônicos e joias nos itens mais comuns, o acervo já teve também outros mais excêntricos como uma armadura, um falcão mumificado de 4 mil anos e uma jaqueta assinada por Paul McCartney.

Roupas estão entre os itens mais comuns vendidos na Unclaimed Baggage Center - Reprodução/Facebook Unclaimed Baggage Center
Roupas estão entre os itens mais comuns vendidos na Unclaimed Baggage Center
Imagem: Reprodução/Facebook Unclaimed Baggage Center

E há quem não deu falta de itens que valem mais do que um carro. No acervo de joalheria, por exemplo, já foram encontrados um diamante, uma esmeralda e um relógio Rolex de platina avaliado em cerca de R$ 250 mil.

De acordo com o site oficial da empresa, 7 mil novos itens são disponibilizados todos os dias na loja. Não à toa, o estabelecimento, em funcionamento desde 1970, é considerado uma das principais atrações turísticas do Alabama.

De onde vem as mercadorias?

A maioria dos objetos vem de bagagens que não foram reclamadas, ou seja, de malas, bolsas e sacolas largadas em locais como aeroportos, rodoviárias e estações de trem nos Estados Unidos e nunca procuradas.

Fachada da loja Unclaimed Baggage Center - Reprodução/Facebook Unclaimed Baggage Center
Fachada da loja Unclaimed Baggage Center
Imagem: Reprodução/Facebook Unclaimed Baggage Center

As bagagens pertencentes a companhias aéreas são, quase em sua totalidade, de malas de mão, cuja responsabilidade é do passageiro. Entretanto, a UBC também vende objetos de malas despachadas que acabaram extraviadas.

Isso acontece porque, após os 90 dias nos quais a recuperação da bagagem é de responsabilidade da companhia aérea, a mala é considerada "órfã" se ninguém a procurar e fica disponível para a venda à UBC.

A seleção dos objetos para a vendas

A Unclaimed Baggage Center tem critérios que selecionam os objetos que serão colocados à venda. As bagagens que chegam são avaliadas por funcionários que encaminham os itens para limpeza, venda, doação ou lixo.

Antes de ir para as mãos dos clientes, as roupas são lavadas a seco, as joias são polidas e os equipamentos eletrônicos testados e limpos de dados pessoais, por exemplo.

No Instagram da UBC, é possível ver alguns dos itens colocados à venda na loja.

Viagem