Topo

Moda

Diretor de criação da Bottega Veneta vence British Fashion Awards

Modelo apresenta criação da Bottega Veneta em Milão - Alessandro Garofalo/Reuters
Modelo apresenta criação da Bottega Veneta em Milão Imagem: Alessandro Garofalo/Reuters

Marie-Louise Gumuchian

Da agência Reuters, em Londres

03/12/2019 17h39

Daniel Lee, diretor de criação da Bottega Veneta, foi o grande vencedor do British Fashion Awards, ontem, recebendo os principais prêmios na cerimônia glamourosa na qual Giorgio Armani e Naomi Campbell, veteranos da indústria, também foram homenageados.

O britânico Lee, que se uniu à fabricante de bens de luxo italiana no ano passado e foi muito elogiado por seu toque moderno nos looks clássicos da marca, foi escolhido como Estilista do Ano, Estilista Britânico do Ano e Estilista de Moda Feminina e Acessórios do Ano.

Conhecida por suas bolsas de couro costurado, a Bottega Veneta, uma unidade do grupo de luxo Kering, também foi escolhida a Marca do Ano.

O estilista italiano Armani, que fundou sua grife em 1975 e se tornou um dos maiores nomes da moda, vestindo celebridades e membros da realeza com frequência, recebeu o prêmio de Conquista Extraordinária.

A honraria reconheceu a "contribuição extraordinária (do designer de 85 anos) à indústria global da moda, sua criatividade e visão de estilo atemporal e cuidado com o detalhe, que proporcionaram tanta inspiração a tantos da indústria".

Naomi, um dos rostos mais notórios nas passarelas e uma das cinco grandes supermodels do início dos anos 1990, recebeu o prêmio Ícone da Moda em reconhecimento por seu trabalho na indústria e na caridade.

No evento realizado no Royal Albert Hall de Londres, a marca Fenty, da cantora Rihanna, conquistou o prêmio Luxo Urbano, Adut Akech venceu como Modelo do Ano e Kim Jones, da Dior, triunfou como Estilista Britânico de Moda Masculina do Ano.

Moda