PUBLICIDADE

Topo

Universa

Ludmilla e Sonza são clientes: quem é a mulher que cuida da voz das famosas

Thays Vaiano em sessão de fonoaudiologia com a cantora Ludmilla - Arquivo pessoal
Thays Vaiano em sessão de fonoaudiologia com a cantora Ludmilla Imagem: Arquivo pessoal

Gisele Rodrigues

Colaboração para Universa, de São Paulo

26/05/2022 04h00

Pode parecer simples para quem vê, mas soltar a voz em um palco exige grande preparação vocal e muitos profissionais envolvidos. E, assim como qualquer outra pessoa, os cantores também podem ficar sem voz por um período, seja pelos exaustivos shows ou por alguma lesão ou doença. A função da fonoaudióloga paulistana Thays Vaiano, 39, é justamente cuidar do talento desses artistas para que não haja um enfraquecimento ou perda parcial ou total da voz. "Comparo o cantor a um atleta. O segundo precisa de um fisioterapeuta e de uma equipe para manter o condicionamento bom. O meu trabalho é exatamente isso para artistas", afirma.

A paixão pela voz vem desde criança, quando Thays começou timidamente a cantar e tocar nos pequenos grupos da escola e igreja do bairro. Depois, aos 13 anos, começou a fazer aula de canto e se interessar pelo tom de voz da sua cantora preferida, Marisa Monte —um dos sonhos de Thays é poder atendê-la algum dia. "Depois de me formar, comecei a atender cantores de escola de samba. Cheguei a atender cerca de 70 cantores de samba-enredo no Carnaval. Quem os vê na avenida, durante os desfiles, não imagina a maratona física e vocal imposta a esses artistas. A partir daí, com o trabalho de condicionamento vocal neles para melhorar o desempenho, meu nome começou a ser divulgado".

Thays com a cantora Pocah - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Thays atende a cantora Pocah durante show
Imagem: Reprodução/Instagram

Thays ganhou destaque nacional depois que surgiu o primeiro convite para acompanhar a artista Preta Gil em alguns shows. "Era novembro de 2019, eu estava no consultório quando o produtor da Preta me ligou e fez o convite para acompanhá-la em um show no Rio de Janeiro durante o Carnaval. Achava ela o máximo, não imaginava que poderíamos trabalhar juntas um dia. E ali foi só o começo de uma grande parceria". Ela já atendeu o filho de Preta, Francisco Gil, e a filha de Bela Gil, Flor. Recentemente, atendeu também o patriarca da família, o cantor Gilberto Gil, durante uma preparação para gravação de um programa na TV.

Hoje, a lista de clientes é vasta. Entre eles estão Ludmilla, Zélia Duncan, Luísa Sonza, Iza, Negra Li, Pocah e Ferrugem, entre outros.

O trabalho da especialista se tornou referência no mundo musical no Brasil, e ela descreve a sensação e a felicidade de ver os cantores fazendo grandes trabalhos. "É uma sensação incrível ver o trabalho fluindo porque isso, além de uma conquista para eles, é felicidade para mim também. A música, antes de chegar na casa das pessoas, passa por produções que muitos não sabem".

Ela diz ficar "no pé" dos clientes para que tenham o máximo cuidado com a voz —só assim o tratamento funciona. "Se não houver preparação, eles não aguentam. Exponho sempre os riscos, e eles acabam entrando na disciplina de seguirem à risca os cuidados, mesmo aqueles mais boêmios".

Leila Pinheiro sem voz e Pocah com cisto na garganta

Thays já viveu várias situações delicadas com suas pacientes, e relembra o que aconteceu com a cantora Leila Pinheiro, que perdeu a voz às vésperas de um show importante na capital paulista. "Fizemos um trabalho muito focado, cheguei ao seu ensaio e começamos os exercícios. Ela precisava entrar subir ao palco no dia seguinte, foi uma tensão. Mas como ela é uma artista experiente, conseguiu dar conta. Ao final do show continuamos os exercícios para que suas cordas vocais não fossem danificadas".

Ela conta, ainda, que uma de suas clientes, a cantora Pocah, chegou a ter problema nas cordas vocais, assunto esse que a artista chegou a falar durante seu confinamento no "Big Brother Brasil" em 2021. " Ela descobriu um cisto na garganta e precisou fazer um tratamento intensivo de fonoaudiologia durante um tempo para conseguir tratar. Acontece muito: eles estão expostos porque a rotina deles é bem puxada".

Em 2014, Thays juntamente com sua sócia e esposa, Flávia Badaró, também especialista em voz mas com formação em fisioterapia, criaram o projeto Atletas da Voz, com a finalidade de levar mais qualidade de vida para cantores das escolas de samba —atualmente, o projeto se estende a outros artistas.

"Voz é emoção. Quando você se sente sobrecarregado, ela também pesa. Queremos que eles entendam que, além de talento, existem músculos envolvidos no canto que podem e devem ser exercitados e condicionados para que suas vozes possam ecoar e levar alegria para o povo".

A fonoaudióloga se orgulha de dizer que muitos dos seus pacientes famosos viraram amigos. "Já aconteceu tantas coisas que eu não imaginava, acho que nunca cheguei a pensar que estaria onde eu estou até agora e seria reconhecida não só por artistas, mas também no meu próprio mercado. Sou muito feliz e realizada".

Universa