PUBLICIDADE

Topo

Sexo

Orgasmo mamário, batida perfeita: 11 truques para turbinar a masturbação

Getty Images
Imagem: Getty Images

Priscila Rodrigues

Colaboração para Universa

29/01/2022 04h00

Se está entre os seus planos para 2022 ativar o modo expert na masturbação, a hora é agora! Universa conversou com especialistas em sexualidade que deram dicas sobre como tornar esse momento de prazer, empoderamento e autodescoberta ainda melhor.

Escolha um lugar tranquilo, onde possa ficar à vontade sem ser interrompida, deixe os tabus e os problemas do lado de fora e curta cada passo da experiência. Confira algumas sugestões:

1. Antes de agir, entre no clima.

Não há estímulo no clitóris que provoque sensação intensa de prazer se você não estiver conectada com seus pensamentos, desejos e fantasias. Atice a imaginação primeiro. Leia um livro com cenas quentes, veja uma série com sequências inspiradoras (ou com aquele crush da ficção), ouça uma playlist hot ou um podcast de conteúdo erótico. Assim, sua libido vai ficar a mil!

2. Capriche no lubrificante.

Em vez de aplicar apenas no clitóris, passe o produto por toda a vulva. Use toda a palma da mão para espalhar e não só um ou dois dedos.

3. Sabe aquela parte em que a vagina termina e começa o períneo?

Não subestime essa região sensível. Estimule-a com um bullet ou faça carinhos na área com o dedo médio.

4. Já ouviu falar em "orgasmos mamários"?

Eles começam nos seios e se espalham por todo o corpo. Ao se masturbar, aposte em géis de massagem do tipo quente/frio neles. Caso prefira ficar com as duas mãos livres, use prendedores de mamilo à venda em sex shops.

5. Use a memória sexual.

Aposte em lembranças de experiências quentes, sons e cheiros para ativar o desejo.

6. Experimente o truque do lenço de seda.

Algumas mulheres reclamam que a cabecinha do clitóris é megasensível e que dedilhar diretamente nele causa desconforto. Para evitar esse incômodo e sentir prazer, cubra-o com um lenço de seda.

7. Teste diferentes combinações.

Ao brincar com o clitóris, alterne movimentos de vaivém e circulares, experimente diferentes ritmos e tipos de pressão, faça toques mais amplos de um lado a outro na vulva... O céu é o limite.

8. Stop!

De vez em quando, pare a estimulação completamente. A sensação do clitóris cresce, algumas vezes, quase imediatamente e, outras, após mais ou menos um minuto. Ao perceber o tesão subindo, é hora de recomeçar.

9. Respire bem.

Tudo bem que é difícil não ficar ofegante num momento de prazer, mas se você tentar respirar corretamente, com calma, sentindo o ato de inspirar e expirar o ar, pode experimentar novas sensações.

10. Faça a batida perfeita.

Dar pequenas batidinhas com o dedo no clitóris entre um movimento e outro pode provocar uma sensação gostosa em algumas mulheres. E nem precisa apelar para muita força.

11. Cada clímax é único.

Lembre-se que o orgasmo é uma reação que varia de mulher para mulher. Cada uma pode chegar ao clímax de uma forma diferente e em ocasiões distintas. Apenas foque no seu prazer e curta o momento.

FONTES CONSULTADAS: Carla Cecarello, psicóloga, sexóloga e consultora do site C-Date e fundadora da ABS (Associação Brasileira de Sexualidade); Danni Cardillo, sexóloga do Rio de Janeiro (RJ), Marilia Ponte, fundadora da marca Lilit, e Marlon Mattedi, psicólogo especialista em sexualidade da plataforma Sexo Sem Dúvida.

Sexo