PUBLICIDADE

Topo

Mulheres inspiradoras

'Meu sonho é a Seleção': ginasta viralizou com vídeo em que treina na laje

Ana Luísa transformou estaca de madeira em trave olímpica  - Arquivo Pessoal
Ana Luísa transformou estaca de madeira em trave olímpica Imagem: Arquivo Pessoal

Júlia Flores e Luiza Souto

De Universa

15/01/2022 12h21

Na última semana, um vídeo que mostra uma criança treinando movimentos de ginástica olímpica em aparelhos improvisados na laje de sua casa, sob forte sol, na comunidade do Borel (no bairro da Tijuca, zona norte do Rio de Janeiro), viralizou na internet.

A protagonista das filmagens é Ana Luísa, de 12 anos. "Queria treinar em casa e tive a ideia de improvisar os aparelhos. No meu tempo livre, quando não estou na escola ou praticando o esporte, eu faço movimentos de ginástica. No fundo, esse é o meu hobby favorito", comenta a jovem atleta em entrevista a Universa.

Ana Luísa tomou gosto pelo esporte recentemente, e treinou ano passado, por alguns meses, no Fluminense, mas foi dispensada pelo clube carioca em outubro de 2020 por causa da idade considerada avançada —crianças começam a treinar profissionalmente ginástica olímpica entre 5 e 6 anos. Mas disso ela e sua mãe já sabiam: "Ana começou a treinar não faz muito tempo, aos 11, e eles consideraram que ela estava 'velha'", diz Cristiane Batista, 32 anos.

Mas apesar da falta de clube e da idade fora do padrão, Ana Luísa não desistiu do esporte. Pelo contrário, já que o ditado popular ensina a fazer do limão uma limonada, a criança teve a ideia de transformar tronco de madeira em trave olímpica, e foi justamente dessa forma que ela conquistou o país.

'Quero ir para a Seleção'

Ana Luísa se inspira em Rebeca Andrade, campeã olímpica brasileira - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Ana Luísa se inspira em Rebeca Andrade, campeã olímpica brasileira
Imagem: Arquivo Pessoal

O vídeo de Ana Luísa praticando acrobacias no sobrado de sua casa já conquistou milhões de visualizações na internet. As filmagens repercutiram pelo país e rendeu um convite especial para a atleta: um teste no Flamengo, na próxima terça-feira, 18.

Ana já tinha tentado entrar para o clube carioca. Cristiane, a mãe, inscreveu a criança na equipe, mas ela não foi selecionada também por causa da idade.

Quando recebi a ligação para fazer um teste no Flamengo, fiquei muito feliz... É uma ótima oportunidade

Ana Luísa dos Anjos

Mas outro convite veio antes, e hoje Ana Luísa está treinando no SEF (Studio Espaço Físico), e por opção da família, a criança continuará treinando lá, conforme explica sua prima, Stefane Anjos, 25, a Universa: "Ela foi chamada para fazer o teste e conhecer o clube, mas por gratidão ao SEF que abriu as portas antes de Ana Luísa ser quem ela é hoje, vamos continuar lá. Mas somos gratas pelo convite", acrescenta ela, que acompanhou a entrevista.

Outras portas também se abriram: o vídeo de Ana Luísa chegou até as mãos de Rebeca Andrade, brasileira que foi campeã olímpica em Tóquio 2021, e uma das principais referências do esporte para crianças como a moradora do Borel.

Em depoimento nas redes, Rebeca elogia a atleta: "Estou passando aqui para dizer que eu vi a sua história, que fiquei muito feliz em saber que você me admira, admira as meninas. Eu espero que você tenha muita ajuda para você conseguir atingir todos os seus objetivos e seus sonhos".

Foi, inclusive, através de vídeos de Rebeca no YouTube, que Ana Luísa se encantou pela ginástica. "Em 2021 comecei a ver vídeos da Rebeca, da Flávia Saraiva e da Jade Barbosa fazendo ginástica olímpica e decidi praticar", relembra Ana, que faz balé desde os 5 anos de idade e aos 9 chegou a treinar ginástica rítmica.

Agora, a meta dela é ir para a Seleção e, para isso, treina regularmente de segunda a sexta-feira de 14h às 17h, e aproveita o tempo livre para fazer movimentos na laje de sua casa.

'A ginástica é minha brincadeira favorita'

Só que, quem quiser brincar com Ana, agora tem que aguardar. Desde que as filmagens da sessão na laje caíram na internet, a agenda da atleta está lotada.

Fora os treinos, ela também precisa responder à imprensa, e estudar —como qualquer outra criança.

Cursando o sétimo ano do Ensino Fundamental e tendo a Matemática como matéria favorita, Ana Luísa não descansa nem nos intervalos das aulas: "Até na escola, na hora do recreio, eu treino ginástica", comenta.

Mulheres inspiradoras