PUBLICIDADE

Topo

Beleza

Agatha Moreira e o 'corte químico': como evitar a queda do cabelo platinado

Agatha Moreira e seu cabelo platinado - Reprodução/Instagram
Agatha Moreira e seu cabelo platinado Imagem: Reprodução/Instagram

Karina Hollo

Colaboração para Universa

22/10/2021 15h07

A atriz Agatha Moreira se submeteu a uma mudança radical para viver sua personagem em "Verdades Secretas 2". E, apesar de dizer que amou o cabelo platinado, como se tivesse nascido assim, comentou que os fios estão sofrendo com os retoques constantes de raiz que a continuidade da série pede. Mas será que tem um jeito de ser superloira e manter a saúde dos fios? "O que está acontecendo com a Agatha se chama corte químico, e não deveria acontecer", afirma a hair stylist Priscila Fragoso, do salão L'Officiel, em São Paulo.

Afinal, o que é esse tal corte químico? "Ele é uma consequência da agressão química que o descolorante causou ou por intervalos curtos entre procedimentos", explica Ronan Gedeoni, do salão 1838, em São Paulo. "É comum ele acontecer quando o cabelo é fino, por exemplo", continua ele. Mas dá, sim, para descolorir os cabelos sem sofrer um corte químico. "A questão é que você tem de cuidar muito, mas muito mesmo, inclusive antes de se submeter à descoloração", diz Nando Ardessore, cabeleireiro do salão us3, em São Paulo.

Ele comenta que, se o cabelo tiver coloração, como acontece com as atrizes que mudam sempre o visual, o fio acaba sentindo, mesmo com o uso de protetores. "Com o cabelo virgem é muito mais fácil, dá para fazer numa boa. Quando a gente vai platinar um cabelo, usa o descolorante que clareia até sete pontos sem machucar a fibra. Mais do que isso, detona. Acontece que para chegar ao tom da Agatha, foi preciso passar desse limite, talvez aumentar o oxidante… Aí, não tem milagre. Por isso, precisa pensar bem antes de encarar um procedimento desses", diz Nando.

Para não passar pelo mesmo perrengue, saiba como cuidar dos fios antes, durante e depois da descoloração.

Antes: trate

"O primeiro passo para um platinado saudável é fazer uma análise do fio para ver se ele está em condições de receber o processo de descoloração", fala Priscila, avisando que pode ser o caso de fazer tratamentos para fortalecer a fibra antes de clarear. É possível platinar sem quebra desde que o cabelo seja mais grosso. "Ele até pode ser fino, mas precisa estar resistente e pré-tratado antes da descoloração, com produtos reconstrutores específicos para esse ultra clareamento", acrescenta Ronan. Esse pré-tratamento pode pedir 30, 15 ou sete dias: depende do estado do fio.

Durante: proteja

Clarear um fundo de cabelo loiro, claro, é fácil. Agora, se você tem cabelo escuro ou que já tem coloração, é um outro procedimento. Existem produtos menos agressivos, mas ainda assim é necessário muito cuidado —a começar por tratar o cabelo antes da transformação. "Nessa hora, quanto mais hidratação, melhor. Além disso, o colorista precisa ser muito cuidadoso, principalmente no retoque —precisa ser realmente só na raiz, sem encostar na parte já clareada. A raiz clareia mais rápido, porque é mais quente. O difícil é chegar no tom do meio para as pontas, onde o cabelo é mais frio e demora mais para clarear. Por isso, pede mais tempo com o descolorante", descreve Nando.

Além disso, existem produtos que podem ser adicionados ao descolorante para proteger e fortalecer os fios. "Eles evitam que eles se quebrem —estamos falando dos Plex, que mantêm firme a estrutura capilar", conta Priscila.

agatha moreira - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Agatha Moreira
Imagem: Reprodução/Instagram

Retoque cuidadoso

"Quando há a necessidade de retoque a cada 15 dias, o risco de corte químico é enorme", avisa Ricardo, que costuma aconselhar fazer a raiz a cada 30 ou 45 dias. "É essencial ser muito preciso, usar pincel de maquiagem para não encostar na parte da fibra já clareada e evitar a quebra. O fio que perde pigmento fica frágil demais."

O hair stylist explica que o corte químico no retoque seguinte mostra que a raiz ficou sensível. "Como ela é mais quente, precisa de menos tempo de contato com o descolorante para ficar platinada", analisa o hair stylist Ricardo Rodrigues, do Riro Salon, em São Paulo.

Depois: recupere

Após a descoloração, é preciso apostar em uma reconstrução para devolver a matéria para o frio e evitar o corte químico. Para quem está passando por ele, a saída é a mesma: tratamentos de reconstrução, que devolvem a queratina para o fio, evitando que ele se rompa. "E então, aposte em xampu, condicionador, máscara e leave-in adequados, como os da linha Metal Detox, recém-lançada por L'Oréal Professionnel, e tome muito cuidado com sol, piscina, mar…"

Invista também em nutrição para o cabelo voltar a ganhar maleabilidade. "Gosto da linha de reconstrução da Sebastian intercalada com a Fusion, de Wella", indica Ricardo. Finalmente, toda delicadeza é pouca: "Mude o jeito de lavar em casa —não pode esfregar tanto — e seque com delicadeza e proteção térmica".

Beleza