PUBLICIDADE

Topo

Direitos da mulher

Chinesa reage a assédio sexual batendo no chefe com um esfregão; entenda

Mulher na China bate com esfregão em seu chefe após ele assediá-la; vídeo foi visto por milhares de pessoas - Reprodução/WhatsonWeibo
Mulher na China bate com esfregão em seu chefe após ele assediá-la; vídeo foi visto por milhares de pessoas Imagem: Reprodução/WhatsonWeibo

De Universa

14/04/2021 20h06

Uma mulher reagiu ao assédio do chefe, na China, de uma forma em inusitada: batendo nele com um esfregão. Apesar de divertir muita gente, a cena acabou levantando uma discussão sobre o assédio sexual que persiste no ambiente de trabalho — no Brasil, 47% das mulheres diz já ter sofrido assédio sexual no trabalho.

Segundo o "New York Times, a mulher, identificada pelo sobrenome, Zhou, é uma funcionária pública de Suihua, no nordeste do país, e já tinha se queixado de receber mensagens de assédio do chefe, chamado pelos veículos locais de Wang.

Em um vídeo de 14 minutos que corre as redes sociais chinesas, Zhou é vista jogando água e batendo em Wang com o objeto, enquanto ele cobre o rosto e pede desculpas, dizendo ter feito "só uma brincadeira". Uma outra mulher, que filma a cena, chega a gritar contra o chefe, dizendo que também não aguenta mais ser assediada.

O New York Times não deixa claro quando o episódio aconteceu, mas no Weibo, rede social chinesa, há informações de que o vídeo foi publicado no último domingo (11). De lá para cá, a cena foi vista por milhares de pessoas.

A ativista feminista chinesa Lu Pin disse, em entrevista na segunda (12), que acredita que o vídeo fez sucesso justamente porque, na maioria das vezes, as mulheres não reagem ao assédio: "As mulheres são obrigadas a ficar em silêncio porque é difícil que um assédio sexual seja investigado. Esta mulher assumiu a própria defesa. O fato de seu comportamento estar chamando tanta atenção mostra de que não há meios melhores para se defender".

Direitos da mulher