PUBLICIDADE

Topo

Moda

Como máscara de US$ 575 entrou na lista de peças mais desejadas na Europa

Aline Fava

Colaboração para Universa

03/08/2020 04h00

Em seu novo relatório, o Lyst revelou os 10 produtos mais desejados na categoria feminina nos últimos três meses. Para encontrar essas peças, a plataforma global de pesquisa de moda filtra mais de seis milhões de itens por volume de menções nas redes sociais, pesquisas, visualizações de páginas, interações e vendas em milhares de lojas online. Entre clássicos e tendências do momento, o destaque ficou para o segundo lugar dessa lista: uma máscara.

De uso essencial durante a pandemia em quase todas as parte do mundo, já era de se esperar que a busca por máscaras estivesse em alta. De acordo com a plataforma, a demanda global pelo item aumentou 441% em relação ao trimestre anterior.

Diversas marcas entraram nesse mercado recentemente, mas o modelo da estilista francesa Marine Serre, vendida a US$ 575 (cerca de R$ 2.900) em seu lançamento, foi o segundo item de moda mais procurado entre as mulheres.

O que ela tem de especial?

Apresentada pela primeira vez em fevereiro do ano passado, na coleção de outono-inverno 2019 —ou seja, antes de imaginarmos que seria uma peça essencial em nossos guarda-roupas, a peça faz parte de uma edição limitada de uma colaboração da designer com a marca francesa de filtragem R-PUR.

As máscaras da R-PUR têm cinco camadas, incluindo uma anatômica e outra com tecido anti-umidade e filtram desde gás e pólen até bactérias e partículas tóxicas relacionadas à poluição do ar. Além disso, ela possui uma válvula de extração de ar quente, permitindo a respiração normal para diversas atividades, inclusive jogging ou ciclismo.

Mas, calma, não é só isso! Através de um aplicativo, é possível monitorar o desgaste do filtro da máscara em tempo real para substituí-lo no momento certo. O preço pareceu mais justificável?

Não, Marine Serre não previu a pandemia de coronavírus. Em sua coleção de outono-inverno 2019, que ela batizou de Radiação, a estilista fez um alerta sobre as mudanças climáticas e poluição do ar. Mas a questão ambiental não é só tema de desfile para a designer, ela está presente constantemente em sua moda, que ela chama de futurewear.

Grande parte de suas peças são construídas com material reciclado ou técnicas de upcycling, reutilizando de jeans antigos a lençóis. Em 2017, a designer de 28 anos, que já trabalhou em grifes como Balenciaga e Dior, recebeu o prêmio LVMH de novos talentos das mãos de Rihanna e já é considerada uma criadoras mais importantes de sua geração.

Como item de moda, a máscara conta com a estampa de lua crescente, que também é o logo da marca de Marine Serre, e já conquistou famosas do mundo todo. Além de invadir o street style com as irmãs Kardashian Jenner, ela apareceu com destaque no figurino de Black is King, novo filme de Beyoncé e foi usada na capa de Physical, single de Dua Lipa.

Com toda essa tecnologia e design, a máscara de Marine virou um artigo de luxo e, ao menos com essa estampa, está esgotada. Mais acessível e disponível, no entanto, está a opção em que a estilista ensina a fazer a peça em um tutorial no YouTube de sua marca, utilizando um pedaço de algodão e uma camiseta - usada, é claro.

Moda