PUBLICIDADE

Topo

Presidente da OAB-MT é preso suspeito de agredir a mulher em Cuiabá

Presidente da OAB-MT, Leonardo Campos, com a mulher, Luciana Póvoas - Reprodução/Instagram
Presidente da OAB-MT, Leonardo Campos, com a mulher, Luciana Póvoas Imagem: Reprodução/Instagram

De Universa, em São Paulo

28/05/2020 13h17

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso (OAB-MT), Leonardo Campos, foi preso na noite de ontem suspeito de agredir a mulher, em Cuiabá. O advogado, de 41 anos, foi liberado na manhã de hoje e nega as agressões.

De acordo com a Polícia Militar, a mulher de Leonardo, Luciana Póvoas Lemos, de 42 anos, chamou a polícia perto das 22h (de Brasília), no condomínio onde fica a residência do casal. Ela relatou aos policiais que, após discussão, foi empurrada e xingada pelo marido.

No Boletim de Ocorrência, a mulher relatou que o marido aparentava ter ingerido bebida alcoólica.

De acordo com a Polícia Civil, o caso foi registrado como 'injúria real com vias de fato' e será encaminhado à Delegacia da Mulher de Cuiabá.

Em nota, o advogado reconheceu que houve uma discussão, mas negou ter agredido a mulher.

"Houve um desentendimento e uma discussão que envolveu, inclusive, o meu filho. Mas eu disse que aquela situação, de discussão acalorada, era inaceitável e fui para o quarto. Neste momento, ela me empurrou e eu tentei fechar a porta para não prolongar a discussão", relatou.

"Quando fui ouvido, eu mesmo solicitei que fossem fixadas medidas protetivas para que os fatos sejam apurados de forma imparcial e com a devida segurança. Diante dos fatos, foi-me concedida de forma imediata a ordem de soltura", completou.

Violência contra a mulher