PUBLICIDADE

Topo

Ex-BBB Gizelly Bicalho diz: 'Vivemos numa sociedade misógina'

Ex-BBB Gizelly Bicalho conta que trabalha o autoamor em terapia - Reprodução/Instagram
Ex-BBB Gizelly Bicalho conta que trabalha o autoamor em terapia Imagem: Reprodução/Instagram

De Universa

08/05/2020 16h20

A ex-BBB Gizelly Bicalho ainda avalia toda a mudança em sua vida após a participação no BBB 20. Vivendo novamente em um confinamento, agora devido à pandemia do coronavírus, a advogada analisou seu comportamento e a visão da sociedade em relação a temas como o machismo.

"Vivemos numa sociedade misógina. Mostramos na TV a realidade, as situações que nós passamos no dia a dia. É preciso muita empatia, se colocar no lugar da outra", declarou a capixaba em entrevista ao jornal O Globo.

Com o conflito vivido com parte dos homens do reality show, que tiveram atitudes machistas, ela disse: "Fiquei feliz ao descobrir que o país estava com a gente, que tinha nos acolhido".

Já em relação a suas inseguranças pessoais, ela analisou seu comportamento. "Tenho duas versões. Sou a advogada criminalista destemida e a menina frágil que convive com seus medos e angústias. Talvez eu tenha que deixar florescer mais o lado profissional na minha vida pessoal".
Gizelly também contou sobre os problemas de saúde mental que precisou enfrentar.

"Sou insegura e tinha medo da rejeição. Foi uma surpresa descobrir que eu não era odiada nem vista como a vilã da história. Recebi mensagens incríveis do Brasil inteiro. Autoamor é um tema recorrente em minhas sessões de terapia. No passado, tive depressão e crises de pânico. Tenho tendência à autossabotagem. Não acho que sou boa o suficiente, sabe? Mas estou tentando confiar mais em mim", revelou.

Autoestima