PUBLICIDADE

Topo

Tia Má sobre Thelma: 'Condenação com mulheres pretas é sempre incisiva'

Maíra Azevedo, conhecida como Tia Má - Divulgação / Magali Moraes
Maíra Azevedo, conhecida como Tia Má Imagem: Divulgação / Magali Moraes

Colaboração para Universa

13/04/2020 11h03

Ontem à noite, foi formado mais um paredão no "Big Brother Brasil" e Thelma sofreu duras críticas — dentro e fora da casa — por indicar o Babu. No Instagram, Maíra Azevedo, que é jornalista e criadora de conteúdo, comentou sobre como as escolhas de uma mulher negra são interpretadas como vilanismo e consideradas incisivas.

"Qual seria a escolha certa de Thelma? Se ela escolhesse Rafa, seria acusada de falsa, de ingrata. Não é possível esquecer que Rafaela deu a mão a Thelma em situações tensas e quando a médica se sentiu só. A verdade é que naquela situação qualquer escolha seria dolorosa. É lógico que ela poderia ter pensado em poupar Babu de mais um paredão, mas deve ter sido supertenso fazer alguma escolha após ter sido salva pela influenciadora. Thelma foi coerente! Aquela dinâmica foi pensando para criar discórdia e fragilizar ainda mais os jogadores. A grande questão é o peso que colocam nas escolhas dela", começou Tia Má, como é conhecida na web.

Há um tempo, os internautas discutem sobre o que vem em primeiro lugar: gênero ou raça e a opinião do público no Twitter é polarizada. Tia Má disse o que pensa sobre isso: "O que vem antes na discussão? Gênero ou raça? Babu se aliou aos caras considerados escrotos da edição, mas todo mundo entendeu por ter sido uma moleta afetiva para ele. A mulher negra não pode cometer um equívoco que entra na narrativa de vilanismo! Torço por Babu, quero que ele ganhe inclusive, mas de forma alguma vou culpabilizar Thelma. A condenação com as mulheres pretas é sempre mais incisivas! É lógico que eu preferia que Thelma tivesse sido pautada pelo quesito raça, mas isso não a torna uma capitã do mato, ou uma escrota, ela fez uma escolha diferente da minha. A mão que está julgando Thelma só atesta que muitos de nós esquece que existe uma diversidade no nível da consciência racial e que de fato mulheres negras são muito mais vulneráveis em toda sociedade, são a base da pirâmide e condenada por todos".

"Fazer o debate racial é entender que nem toda pessoa preta vai seguir a cartilha da militância e mesmo assim, será o alvo do racismo! E no caso, de nós mulheres pretas, temos que lutar contra o racismo, o machismo e a misoginia. Existem um afã em definir a médica como traidora da raça, quando ela optou ser fiel ao debate de gênero. Sua escolha não está errada, difere da minha, mas faz sentido a sua trajetória no jogo. Mas, no final Babu ficou ainda fica muito mais fortalecido, e se consagra campeão. Quem de fato tem consciência racial não condena uma mulher preta! Sigo com minha torcida por Thelma e Babu no BBB e na vida!'', finalizou Tia Má.

Qual seria a escolha certa de #thelma?? Se ela escolhesse Rafa, seria acusada de falsa, de ingrata. Não é possível esquecer que Rafaela deu a mão a Thelma em situações tensas e quando a médica se sentiu só. A verdade é que naquela situação qualquer escolha seria dolorosa. É lógico que ela poderia ter pensado em poupar Babu de mais um paredão, mas deve ter sido super tenso fazer alguma escolha após ter sido salva pela influenciadora. Thelma foi coerente! Aquela dinâmica foi pensando para criar discórdia e fragilizar ainda mais os jogadores. A grande questão é o peso que colocam nas escolhas dela! O que vem antes na discussão?Gênero ou raça?Babu se aliou aos caras considerados escrotos da edição, mas todo mundo entendeu por ter sido uma moleta afetiva para ele. A mulher negra não pode cometer um equívoco que entra na narrativa de vilanismo! Torço por Babu, quero que ele ganhe inclusive, mas de forma alguma vou culpabilizar Thelma.A condenação com as mulheres pretas são sempre mais incisivas! É lógico que eu preferia que Thelma tivesse sido pautada pelo quesito raça, mas isso não a torna uma capitã do mato, ou uma escrota, ela fez uma escolha diferente da minha. A mão que está julgando Thelma só atesta que muitos de nós esquece que existe uma diversidade no nível da consciência racial e que de fato mulheres negras são muito mais vulneráveis em toda sociedade, são a base da pirâmide e condenada por todos. Fazer o debate racial é entender que nem toda pessoa preta vai seguir a cartilha da militância e mesmo assim, será o alvo do racismo! E no caso, de nós mulheres pretas, temos que lutar contra o racismo, o machismo e a misoginia. Existem um afã em definir a médica como traidora da raça, quando ela optou ser fiel ao debate de gênero. Sua escolha não está errada, difere da minha, mas faz sentido a sua trajetória no jogo. ? Mas, no final Babu ficou ainda fica muito mais fortalecido, e se consagra campeão. Quem de fato tem consciência racial não condena uma mulher preta! Sigo com minha torcida por Thelma e Babu no bbb e na vida! #bbb20 #teambabu #teamthelma #mulhernegra #bigbrotherbrasil #babusantanaa #militancia #thelmaassis #blackpower #podernegro

Uma publicação compartilhada por Maíra Azevedo (@tiamaoficial) em

Universa Vê BBB