PUBLICIDADE

Topo

Mães e filhos

Quarentena: dicas de atividades para crianças acima de 10 anos

Com o isolamento social, o ideal é criar uma rotina de atividades com as crianças e adolescentes - Patrick Heagney
Com o isolamento social, o ideal é criar uma rotina de atividades com as crianças e adolescentes Imagem: Patrick Heagney

Juliana Tiraboschi

Colaboração para Universa

30/03/2020 04h00

Com o afastamento social imposto pelas medidas de prevenção contra o novo coronavírus (COVID-19), a convivência familiar tem aumentado intensamente - o que pode aumentar o nível de estresse do lar, doce lar.

Para pais com filhos acima de dez anos, no entanto, pode ser mais tranquilo estabelecer uma nova rotina do que para aqueles que têm crianças pequenas. "É mais fácil de dialogar com os mais velhos, eles são mais antenados", diz a pedagoga e analista comportamental Mariza Baumbach, que atua há mais de 20 anos como diretora de escola, no Rio de Janeiro. Segundo a pedagoga, é importante fazer a criança se sentir parte desse processo de reorganização familiar. "Ela gosta de se sentir participante. Às vezes, nós, pais, nos esquecemos que elas podem ser corresponsáveis", diz Mariza.

Mas esse maior nível de compreensão das crianças mais velhas vem com um efeito colateral: como elas estão mais ligadas nas notícias, podem acabar se sentindo mais angustiadas com a situação que estamos vivendo. "Os adultos é que devem controlar a ansiedade da família", afirma Mariza. Os pais têm de incentivar a responsabilidade, mas sem pânico.

Outro aspecto importante deste novo arranjo familiar é explicar para a criança que a família não está de férias, mas em distanciamento social. É preciso que os filhos respeitem os momentos em que os pais estão trabalhando em home office, por exemplo. Uma dica é estabelecer atividades mais calmas para as crianças enquanto os pais estão trabalhando, e separar momentos do dia para a "hora da bagunça", em que os pequenos podem fazer barulho.

Outra recomendação da pedagoga Mariza Baumbach é aproveitar as horas vagas para simplesmente conversar. "Podemos ver essa situação como um ganho, uma oportunidade para os pais ouvirem mais os filhos e para os filhos conhecerem melhor seus pais". Por fim, tente manter a calma e a cabeça no lugar. A convivência intensa vai trazer mais conflitos. "Na primeira semana tudo são flores, mas a partir da segunda o estresse pode chegar", diz Mariza.

Para a pedagoga, este momento pode ser aproveitado para exercemos o autoconhecimento e entender quais são os nossos limites e os limites dos filhos, para um não ficar irritando o outro constantemente. Tudo é uma questão de adaptação. "O ser humano tem o poder de adaptação, de se reinventar".

Veja dicas de quais atividades fazer com as crianças de 10 anos para cima:

Rotina de estudos
Em primeiro lugar, organize uma rotina de estudos, para a criança não ficar totalmente afastada do conteúdo que estava aprendendo. Se a escola não mandar um material de apoio específico para a situação, use os livros didáticos e apostilas que a criança usa normalmente para propor exercícios. Mas não seja muito rígido: tudo bem seguir essa programação mais lentamente, não precisa imitar exatamente o que a criança faria na escola.

Hora da leitura + roda de conversa
Que tal aproveitar esse momento de reclusão para colocar a leitura em dia de todos na casa? Cada membro da família pode escolher um livro para ler e estabelecer um horário de leitura. Depois, todos se juntam em uma roda de conversa e compartilham o que estão lendo.
Outra coisa que as crianças costumam gostar muito é de ouvir histórias da infância dos pais.

Malhação em casa
Nesse período de afastamento é certo que todos na família ficarão mais sedentários. Para combater a preguiça, alguns aplicativos de exercícios, como o "Queima Diária" (R$ 29,90 por mês), oferecem programas de atividade física específicos para fazer junto com as crianças dentro de casa, sem precisar de muito espaço. No YouTube também é possível encontrar diversos vídeos de exercícios para crianças.

Jogos de tabuleiro
Esse tipo de brinquedo é perfeito para "férias forçadas" em família, já que promovem interação entre as pessoas e estimulam o raciocínio, além de serem bem divertidos. Algumas dicas são os clássicos "Banco Imobiliário", "Detetive", "Jogo da Vida", "War" e "Imagem & Ação".
Também é um bom momento para aprender e ensinar jogos que exigem mais concentração, como dama e xadrez.

Lanche diferente
Faça um cronograma de lanches diferentes a cada dia. Cada um pode dar uma sugestão para compor o cardápio. Dependendo da idade e do grau de autonomia da criança, ela mesma pode pesquisar ideias fazer o lanche sozinha, como uma surpresa para a família.

Momento musical
Se alguém da família toca algum instrumento, a hora de praticar e tocar junto com os filhos é agora! Se ninguém sabe tocar nada, faça um momento musical mesmo assim. Mostre as músicas que você gostava de ouvir na sua adolescência, por exemplo. Ou faça sessões temáticas: um dia MPB, no outro rock, no outro música de balada, no outro trilhas sonoras de filmes infantis etc.;

Sessão de cinema
Muitos pais vão apelar para a TV para distrair os filhos enquanto trabalham em casa. Mas a ideia dessa atividade é assistir ao filme todos juntos. De preferência à noite, para ficar mais escurinho e criar um clima. Para dar mais graça, a família pode brincar de cinema. Uma criança "vende" os ingressos, a outra serve a pipoca, etc. Para não dar briga, estabeleça um rodízio: a cada dia, uma pessoa da família escolhe o filme que todos vão ver.

Teatro
Outra opção é montar uma peça de teatro. A família pode usar uma história já conhecida ou criar seu próprio roteiro. Tire do armário roupas diferentes, que você não usa no dia a dia, lenços, chapéus, acessórios e fantasias para compor o figurino. Use caixas de papelão e tecidos para o cenário. E que tal filmar a apresentação e enviar o vídeo para outras pessoas da família, que estão confinadas em outras casas?

Fazer móveis para bonecas
Construir casinhas e móveis de boneca é uma atividade que demanda tempo e paciência, coisas que em tempos normais não costumamos ter de sobra. Mas pode ser uma ótima atividade para fazer com as crianças nesse período. Na internet é possível achar vários tutoriais de como fazer casas e móveis de papelão.

Meditação
Na hora em que o estresse apertar, que tal fazer uma sessão de meditação coletiva? O app "Vivo Meditação" (R$ 15,99 por mês), por exemplo, tem uma área "kids", com instruções divididas por faixa etária.

Mães e filhos