PUBLICIDADE

Topo

Mães e filhos

Dicas de brincadeiras e atividades para fazer com crianças em isolamento

iStock
Imagem: iStock

Juliana Tiraboschi

Colaboração para Universa

23/03/2020 04h00Atualizada em 23/03/2020 14h23

O isolamento voluntário da população vem se tornando uma realidade cada vez mais concreta em meio à pandemia do novo coronavírus (COVID-19). No Brasil, na maioria dos estados as aulas na rede pública estão canceladas.

A recomendação de médicos e autoridades é clara: quem puder fique em casa, faça home office, evite transporte público e aglomeração. Mas, para quem tem filhos, o desafio do isolamento é maior: o que fazer com crianças cheias de energia em casa e sem prazo para voltar às aulas e passeios?

Manter a rotina

Já que é para ficar em casa, é possível tornar esse período divertido e produtivo para a família. A primeira dica, segundo Michelli Freitas, psicopedagoga, mestranda em ciências do comportamento e diretora do IEAC (Instituto de Educação e Análise do Comportamento), em Goiânia (GO), é tentar manter a mesma rotina caseira, na medida do possível.

Por exemplo, mantendo os horários de dormir e acordar, os das refeições e os hábitos familiares, como ler antes de dormir ou ver TV pelo período determinado pelos pais. "Isso ajuda a manter o referencial", diz.

Outra dica é solicitar que a escola envie atividades educativas para a criança fazer em casa. "Não precisa ser lição no caderno, pode ser projeto de arte, receitas, jogos etc.", sugere Michelli.

Treinando a autonomia

A psicopedagoga também dá outra ideia do que fazer com as crianças durante o isolamento: treinar a autonomia e a independência, incentivando os filhos a trocar de roupa, tomar banho e cuidar da própria higiene. "Aproveite que não tem que cumprir os horários da escola e deixe que eles façam sozinhos", diz Michelli. "Na correria do dia a dia nós fazemos muito pela criança, e não junto com ela."

Os pais também podem pedir para os filhos ajudarem mais nas tarefas domésticas e a cuidar dos bichos de estimação durante esse período de recolhimento, dentro da faixa etária de cada um. "As crianças gostam de se sentir úteis e essas atividades vão ajudar a ocupar mais o tempo", afirma a psicopedagoga.

Deixe o tédio vir

Ok, a rotina é importante. Mas os pais não precisam preencher todas as horas do dia. "Ninguém consegue ser criativo 24 horas por dia", diz Michelli. Ou seja, deixe a criança viver momentos de tédio e de criar as próprias brincadeiras. Se seu filho quiser ficar deitado no quarto, pensando na vida, ótimo. "É importante dar a oportunidade de a criança escolher o que fazer e também de não fazer nada. Ela precisa ser ativa nas próprias escolhas", diz a psicopedagoga.

Tecnologia a favor

Não se sinta culpado se apelar para os desenhos e filmes na TV e os joguinhos no tablet, principalmente se você precisar trabalhar. "Não é férias, mas precisamos dar uma recreação para as crianças nesse período", diz Michelli Freitas.

Mas para não depender das telas o tempo todo, veja nossas sugestões de atividades diferentes para propor aos pequenos. Afinal, toda essa crise pode ser usada como uma oportunidade para pais se conectarem mais com os filhos e terem muito tempo de qualidade juntos:


Vídeos na internet e serviços de streaming:

- Assistir a canais educativos no YouTube, como "Manual do Mundo", "Universidade das Crianças" e o programa "Nat Geo Lab", do canal "Nat Geo Kids Brasil";

- Aproveitar para treinar o inglês assistindo a desenhos neste idioma;

- Assistir a documentários sobre natureza e ciência, como "Nosso Planeta", da Netflix;

- Assistir a contações de histórias ao vivo em canais no Instagram, como o "Mãe Que Lê" (todo dia às 11h) e "Fafa Conta" (segunda, quarta e sexta às 10h30 e terça e quinta às 16h30);


Jogos e brincadeiras de faz de conta

- Criar seu próprio jogo de tabuleiro, desenhando as casas e as instruções dentro delas;

- Brincar de escolinha: a criança é o "professor" e os bonecos são os alunos;

- Fazer um "microscópio", uma das dicas do site da artista e cenógrafa Estefi Machado: basta um recipiente de amaciante, um tubo de papelão e um pedaço de papelão para produzir esse instrumento e brincar de cientista;

Blog Estefi Machado
Imagem: Blog Estefi Machado

- Montar um quebra-cabeças com muitas peças, que dure vários dias para completar;

- Brincar de mímica: pode ser de desenho animado, filmes, animais etc.;

- Preparar uma caça ao tesouro, com pistas espalhadas pela casa;

- Lembras das brincadeiras tradicionais: soltar bolhas de sabão, pular corda, brincar de pião, bolinhas de gude;

Divulgação
Imagem: Divulgação

- Produzir um jogo de boliche caseiro, dica das autoras do site TempoJunto, Patrícia Marinho e Patcamargo: é só juntar pelo menos cinco garrafas pet vazias, canetas para plástico e fitas adesivas para enfeitar

Atividades manuais e artísticas

- Produzir giz de cera (derreter tocos de giz no micro-ondas, colocar em forminhas de gelo com formatos divertidos e esperar secar);

- Fazer um teatro de sombras: com apenas uma caixa de papelão, papel manteiga e silhuetas de papel preto coladas no palito dá para gastar umas boas horas criando histórias com esse teatrinho;

Blog Estefi Machado
Imagem: Blog Estefi Machado

- Fazer massinha caseira, com farinha, água, sal e corante alimentício;

- Fazer slime caseiro, com sabão líquido, cola branca e corante;

- Montar em casa uma "estação de artes", com tintas, pincéis, rolos de papel, tela para pintura etc.;

- Produzir um "zoológico de pregadores": basta recortar a forma dos animais no papel, pintar e fazer as cabeças e patas com pregadores de roupa;

Blog Estefi Machado
Imagem: Blog Estefi Machado

- Fazer fantoches com palitos de picolé;

- Pintar os azulejos com tinta lavável;

- Brincar de "desenho às cegas": coloque uma venda na criança e ponha um papel e lápis de cor na frente dela. Depois, peça para ela desenhar coisas sem ver, como uma boneca, uma casa, um vaso com flor etc. Outro desafio é desenhar com a mão oposta à dominante;

Divulgação
Imagem: Divulgação

Tarefas da casa

- Preparar receitas fáceis, como pães, bolos, biscoito, gelatina, picolé, vitaminas etc.;

- Pedir ajuda das crianças para separar brinquedos e roupas que não servem mais para doação;

- Estabelecer uma rotina com tarefas, conforme a idade, como arrumar a cama, separar a roupa suja etc. Os mais velhos podem colocar a roupa na máquina de lavar, estender no varal, lavar louça, passar aspirador;

Mães e filhos