PUBLICIDADE

Topo

Universa

Britânica vira a primeira mulher a passar em teste de paraquedas desde 1990

Rosie Wild cumprimenta membro do exército britânico; ela fez história ao passar em curso de paraquedismo - Reprodução/Twitter
Rosie Wild cumprimenta membro do exército britânico; ela fez história ao passar em curso de paraquedismo Imagem: Reprodução/Twitter

De Universa, em São Paulo

19/02/2020 12h59

A capitã Rosie Wild, de 28 anos, oficial do exército britânico, fez história ao se transformar na primeira mulher a passar no teste "P Company", concorrido curso de paraquedismo local.

Desde 1990, mulheres podem participar da seleção, mas até o momento, nenhuma havia conseguido ser aprovada. O teste é famoso por reprovar, constantemente, uma série de homens.

De acordo com a BBC, todo o curso dura 21 semanas. Já os desafios físicos dos candidatos ocorrem em cinco dias e incluem, entre outras atividades, uma marcha de resistência programada de 32 km.

Wild, após ser aprovada, foi aclamada como "pioneira" pelo exército britânico e ganhou a cobiçada "boina marrom".

A partir de agora, a mulher vai atuar na 7ª Artilharia de Cavalos Royal Horse, que é anexada à 16 Air Assault Brigade, a força de reação rápida do exército.

Universa