PUBLICIDADE

Topo

Youtuber 'inverte' antes e depois de corpo para exaltar amor-próprio

Dora Figueiredo - Reprodução / Instagram
Dora Figueiredo Imagem: Reprodução / Instagram

De Universa

15/01/2020 15h10

Felizmente, cada vez mais mulheres levantam a bandeira da autoestima e de como se sentem bem com seus corpos sem deixar que magreza vire sinônimo de beleza.

A youtuber Dora Figueiredo — que já expôs na internet parte de sua relação com o próprio corpo (e como um relacionamento abusivo afetava essa área da vida) — publicou um "antes e depois" em seu Instagram que revela exatamente como ser bonita não está associado a ter um corpo mais próximo dos "padrões estéticos" que a sociedade insiste em colocar como certos.

Invertendo a lógica das montagens de "antes e depois" que, via de regra, mostram o emagrecimento de mulheres como triunfo, Dora fez uma comparação de fotos em que aparece com o corpo bastante diferente. Mas esse não é seu foco.

Em vez de destacar as mudanças de sua aparência, a youtuber resolveu explicar que, na primeira foto, estava se "sentindo mal". "Me incomodava com uma barriga que eu via no espelho, mas não existia", escreveu na legenda.

Na segunda foto, Dora explicou que, agora, se sente "feliz e confortável" com seu próprio corpo. "Amor-próprio vem de dentro, bebê!!", escreveu aos seguidores.

Mais recentemente, ela afirmou, em outra montagem, que engordou 20 kg. "E isso não significa que a minha saúde piorou, muito pelo contrário eu nunca fui tão feliz, nunca fiquei tão pouco doente, estou com a minha depressão, ansiedade e transtorno alimentar controlados".

Como parar de se odiar

Ao falar sobre sua transformação, no Instagram, Dora fez uma análise sobre como mudou sua forma de se enxergar. O processo de parar de odiar o próprio corpo, segundo a youtuber, passou por tratamentos para transtornos alimentares (anorexia e bulimia) e por uma nova forma de entender a pressão, comum a muitas mulheres, para ser magra.

"Ser muito magra era um objeto de vida muito pequeno pro tamanho da minha capacidade, com ajuda de profissionais consegui me ver com mais carinho, e o segredo é esse, tenha carinho com você, se perdoe, se compreenda, se cuide e então se ame", declarou no post.

"Eu me sentia gorda" e relação com relacionamento abusivo

Dora já falou abertamente sobre o relacionamento abusivo com que precisou lidar e, a cada publicação nas redes sociais, dá lições de autoestima e de cuidado próprio para muitas de suas seguidoras.

Em outro post (a seguir), por exemplo, a youtuber publicou uma foto em que "se sentia gorda", apesar de aparentar estar mais magra do que nas publicações recentes.

"Essa sou eu na pior época da minha vida, acho que vocês já conhecem a história, porém nem por um momento eu imaginava estar passando por violência doméstica, eu nem sabia o que era afinal violência doméstica de verdade. (...)

A violência contra a mulher não começa com um tapa na cara, primeiro a pessoa acaba com todas as forças da vítima, deixa ela sem apoio nenhum, só aí começa a atacar, na época dessa foto eu me sentia gorda, tinha medo de comer e ser humilhada, tinha pavor de ser eu mesma", declarou.

Autoestima