PUBLICIDADE

Topo

Moda

Costanza Pascolato após dois cânceres de mama: "Passei, superei, tudo bem"

De Universa, em São Paulo

14/01/2020 00h09

A empresária e consultora de moda Costanza Pascolato, de 80 anos, disse que precisou de "força e clareza" para "superar e enquadrar" dois cânceres que teve, durante participação no programa "Roda Viva", da TV Cultura, na noite de hoje.

Costanza foi diagnosticada com câncer de mama nos dois seios —o primeiro, no início dos anos 1990 e o segundo, em 2013.

"Tive dois cânceres e uma depressão, eu não gosto de pensar nisso. Passei, superei, e está tudo bem. Mas tive coragem, a clareza e a força de me enquadrar e superar. Por isso que falo sobre a existência, porque a vida vale a pena", disse ela, ao ser questionada sobre os cuidados com a saúde.

Constanza também falou sobre o seu lado atuante e feminista, e disse que nunca precisou da opinião de homem ao longo de sua carreira.

"Sempre me comportei como homem, não sei se era feminista. Me dizem que sou feminista sem fúria, ainda não entendi direito. Sempre me comportei como respnsável de mim mesma. Se tinha que fazer carreira tinha que me virar, nunca dependi de opinião de homens, nem do meu pai", afirmou.

Nascida em Siena, na Itália, Costanza Pascolato chegou ao Brasil aos cinco anos, acompanhada pelos pais, fugindo da Segunda Guerra Mundial. Se formou no curso de moda em São Paulo. Virou empresária e consultora de moda de sucesso, além de editora de revistas do setor, como "Claudia" e "Vogue".

Moda