PUBLICIDADE

Topo

Vanessa Jackson celebra nova fase após revelar agressões: "Me sinto segura"

A cantora Vanessa Jackson - Reprodução/Instagram
A cantora Vanessa Jackson Imagem: Reprodução/Instagram

De Universa

12/12/2019 12h20

Depois de abrir o jogo sobre as agressões que sofria do ex-marido, em novembro, a cantora Vanessa Jackson está celebrando uma nova fase da vida — e ao lado de um novo amor, o namorado Raphaell Moreira.

"O engraçado é que eu já estava totalmente fechada para o amor", lembra, em entrevista à Quem. "Não conseguia mais ter segurança em nenhum homem. Não que eu tenha reconquistado a segurança nos homens, mas com o Raphaell me sinto segura".

Ao comentar a violência que sofreu durante o casamento com o pai de seus três filhos — Rodrigo, de 12 anos, Lara, de 10, e Lorena, 8 — ela se mostrou surpresa com a repercussão dos fatos.

"Muitas pessoas ficaram chocadas, não sei por quê. A lei Maria da Penha está aí há tanto tempo, o feminicídio acontece a cada quantos minutos por dia?", questiona. Vanessa também fala abertamente sobre os abusos sexuais que sofreu na infância, quando tinha entre 5 e 10 anos, "por dois adultos que eram meus primos".

Vanessa Jackson - Divulgação/RedeTV! - Divulgação/RedeTV!
Vanessa Jackson durante entrevista a Daniela Albuquerque, do programa Sensacional, da RedeTV!
Imagem: Divulgação/RedeTV!

Há um mês, em entrevista ao programa Sensacional, da RedeTV!, a cantora revelou que apanhava do ex-marido em diferentes situações, inclusive antes de fazer shows.

"Eu apanhava antes de subir ao palco e tinha que cantar sorrindo. Só quem era mais próximo a mim sabia disso", revelou a cantora. "Se alguém olhasse para mim, ele me batia porque a pessoa me olhou. Ele falava 'cala a boca' e eu respondia: 'Não'. Eu saía na mão com ele, então ele tinha que me desmaiar. Ele tapava minha respiração até eu desmaiar".

As agressões teriam começado quando ela estava grávida do primeiro dos três filhos do casal, em 2007.

A cantora contou à apresentadora Daniela Albuquerque que, por ter sido ciada em uma família religiosa, acreditava que a fé poderia mudar o comportamento do então companheiro. "Ele me batia na frente dos meus filhos e eu achava que Jeová ia mudá-lo, mas a pessoa tem que querer. Ele prometia que ia mudar e ficava uns quatro meses bom, depois voltava tudo de novo", lembra.

A relação acabou após nove anos de casamento, quando a violência do ex-marido de Vanessa se tornou tão grave que ela sofreu um traumatismo craniano.

"Ele pisou na minha cabeça quatro vezes e, diante da cena, meu pai infartou. Eu podia ter morrido", lembra a cantora. Vanessa chegou a denunciar Lúcio Neves duas vezes, até que conseguiu emitir uma medida protetiva por meio da Lei Maria da Penha.

"O primeiro processo foi quando ele abriu a minha [cicatriz da] cesárea. Tinha 22 dias que eu tinha feito a cesárea e eu só fui chamada para prestar esclarecimento e resolver o caso agora, que minha filha já vai fazer 10 anos", critica.

Violência contra a mulher