PUBLICIDADE

Topo

Mães e filhos

Mulher de Alok fala sobre gravidez: "Desejei meu marido mais do que nunca"

Alok e a mulher, Romana Novais - Reprodução/Instagram
Alok e a mulher, Romana Novais Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL

25/11/2019 08h08

Romana Novais, mulher do DJ Alok, fez um desabafo sobre a gestação em seu Instagram. A médica está grávida de 8 meses do primeiro filho, que se chamará Ravi.

"Eu tenho aprendido muito com a gestação e o quão individual cada mulher é. Não tive desejo, o sono só apareceu depois do quinto mês, fiquei intolerante, desejei meu marido mais do que nunca, fiquei indecisa, raciocínio lento, tive muita acne no início, insônia durante um período e o meu cabelo continua o mesmo", disse ela, ao postar uma foto exibindo a barriguinha que, aliás, demorou a aparecer.: "A minha barriga não cresceu muito durante os primeiros meses, mas isso é também uma individualidade de cada uma. E está tudo bem. Apenas respeitei o meu corpo e, mais uma vez, compreendi que cada mulher vai ter uma experiência diferente".

Romana comentou também sobre as mudanças de humor que sentiu .

"Algumas [mulheres] com vontade de socar o marido, outras querendo colo 24 horas (e eu querendo os dois ao mesmo tempo)", brincou.

Por fim, ela lembrou suas seguidoras que cada mulher vai ter uma gravidez diferente.

"Deve-se respeitar a individualidade de cada uma. Não se compare, não se culpe. Se permita viver a sua experiência. E, mesmo sendo médica, a gestação e maternidade é um mundo à parte e eu me permito ter dúvidas... aliás muitas coisas a gente só aprende vivendo né?", declarou.

Nos comentários, Alok apoiou a esposa.

"Conta comigo sempre! Pode ser pra ganhar colo ou pra bater [risos]", escreveu ele.

Cada mulher tem um desenvolvimento e experiência gestacional diferente. Cada uma sente com maior intensidade alguns sintomas enquanto que em outras passa quase que despercebido aquele sintoma que pra vc foi o pior de todos. Comigo não está sendo diferente. Eu tenho aprendido muito com a gestação e o quão individual cada mulher é. Não tive desejo, o sono só apareceu depois do quinto mês, fiquei intolerante, desejei meu marido mais do que nunca, fiquei indecisa, raciocínio lento, tive muita acne no início, insônia durante um período e o meu cabelo continua o mesmo. A minha barriga não cresceu muito durante os primeiros meses mas isso é também uma individualidade de cada uma. E está tudo bem. Apenas respeitei o meu corpo e mais uma vez compreendi que cada mulher vai ter uma experiência diferente. Algumas barrigudinhas desde o inicio da gestação, outras com outro biotipo, a barriguinha mais tímida só vai dar o ar da graça mais pra frente... algumas com vontade de socar o marido, outras querendo colo 24 horas (e eu querendo os dois ao mesmo tempo) algumas notam diferença na melhora da pele outras pesquisam o que pode usar na gestação pra combater acne, todos os sintomas tem um motivo fisiológico por trás mas nem todas sentirão a mesma coisa. E se a minha está sendo diferente da sua não significa que há algo de errado. Cada mulher é diferente e deve-se respeitar a individualidade de cada uma. Não se compare, não se culpe. Se permita viver a SUA experiência. E mesmo sendo médica a gestação e maternidade é um mundo à parte e eu me permito ter dúvidas... aliás muitas coisas a gente só aprende vivendo né? Me conta aqui os sintomas de vocês também... ?? Na foto, eu estava de 29 semanas!

Uma publicação compartilhada por Romana Novais Achkar Petrillo (@romananovais) em

Mães e filhos