Topo

Scarlett Johansson diz que se incomodava com papeis "hipersexualizados"

Scarlett Johansson durante lançamento de seu novo filme, Jojo Rabbit - Kevin Winter/Getty Images
Scarlett Johansson durante lançamento de seu novo filme, Jojo Rabbit Imagem: Kevin Winter/Getty Images

De Universa, em São Paulo

14/11/2019 19h37

A atriz Scarlett Johansson, 34 anos, iniciou a carreira, ainda jovem, já como um símbolo sexual nos cinemas. Mas a artista agora se questiona sobre os papéis que foram impostos a ela nos últimos anos.

"Eu me sentia taxada de hipersexualizada, algo que parecia tranquilo para todos — era uma época diferente — mesmo que não fizesse parte da minha narrativa", disse em entrevista ao The Hollywood Reporter.

A atriz mais bem paga de Hollywood, segundo a Forbes, disse ter encontrado dificuldades em conseguir papéis que fugissem a certos estereótipos.

"Foi realmente difícil para mim descobrir como me livrar de ser sempre a ingênua ou a "outra mulher" porque não era nada que eu quisesse representar", disse.

Na entrevista, Johansson também revelou ter cogitado largar a carreira de atriz e procurar por outra profissão dentro do meio cinematográfico.

"Me lembro de pensar que talvez pudesse buscar outro tipo de trabalho dentro da indústria, algo que me completasse melhor, porque parecia que eu não tinha para onde correr", afirmou.

Autoestima