Topo

Mães e filhos

Pai vira modelo de manicure e viraliza: "Não ligo para preconceito"

Luiz, de unhas feitas e alongadas pela filha: "Queria ajudar" - Arquivo Pessoal
Luiz, de unhas feitas e alongadas pela filha: "Queria ajudar" Imagem: Arquivo Pessoal

Abionoan Santiago

Colaboração para Universa

10/11/2019 16h02

Na reta final do curso de alongamento de unhas, a jovem manicure Ludimille da Silva Pereira, de 22 anos, de Ananindeua, no Pará, apelou para as redes sociais em busca de uma modelo para praticar a teoria e assim garantir o certificado da qualificação estética.

A publicação, contudo, não surtiu efeito e a deixou apreensiva. O pai dela, o cobrador de ônibus Luiz Alberto Pereira, de 45 anos, diz não ter pensado duas vezes e rompeu eventuais preconceitos, se oferecendo como modelo. A atitude emocionou a filha e viralizou nas redes sociais.

"Estava fazendo esse curso. Como precisávamos de modelo, começou o dilema. Publiquei nas redes sociais que precisava de uma, mas não apareceu ninguém. Meu pai chegou, disse que faria de tudo para nós e foi logo sentando na cadeira. Fiquei muito admirada e emocionada porque existe toda essa questão de masculinidade envolvida", contou.

A publicação de Ludimille nas redes sociais conta com mais de 46 mil reações e 4,8 mil compartilhamentos. Para o pai, o desdobramento entre internautas foi uma surpresa por não se dar conta que o ato envolvia tabus masculinos. Ela diz que fez o post apenas para agradecê-lo.

Luiz e Ludmilla: parceria para ajudar a filha - Arquivo pessoal
Luiz e Ludmilla: parceria para ajudar a filha
Imagem: Arquivo pessoal

"A repercussão foi uma surpresa. Foi um ato simples porque ajudar minha filha. Mas percebi que é algo que envolve preconceitos e tabus. Na hora nem pensei nisso, apenas em ajudar. Não ligo para preconceito, o que vale é o que penso. O que os outros falam não me abalam", disse o cobrador de ônibus.

Segundo Ludmillie, a aula prática era a última etapa do curso. Ela precisava do certificado para poder embarcar ao Rio de Janeiro em busca de emprego e aprimoramento de serviços estéticos.

As unhas de Luiz: feitas pela filha - Arquivo Pessoal
As unhas de Luiz: feitas pela filha
Imagem: Arquivo Pessoal

Ludimille vai ao Rio de Janeiro de ônibus. Ela saiu de Belém neste domingo (10) e deverá chegar somente na terça-feira (12). A jovem manicure garante que o ato do pai apenas fortaleceu o desejo de correr atrás da realização dos próprios sonhos.

"Fiquei muito admirada. É uma coisa que a gente não espera de homem, por ser um serviço feminino. Foi uma atitude incrível. Sou muito grata pelo que ele fez por mim e minha irmã. Nunca vou esquecer", concluiu.

Mães e filhos