Topo

Beleza

Autobronzeador: 10 dicas para dar cor imediata à pele sem deixar manchas

Paula Roschel

Colaboração para Universa

05/10/2019 04h00

A previsão de dias ensolarados para a maior parte do país já faz a gente reativar no armário peças frescas e com comprimentos mais curtos, que deixam pernas e braços à mostra. Com a mudança no guarda-roupa, vem o desejo de exibir um bronzeado saudável para dar as boas-vindas ao calor.
Queridinho de celebridades como Blake Lively e Sabrina Sato e popular desde o início dos anos 60, os bronzeadores artificiais são uma opção para tingir a pele temporariamente, por meio de ativos específicos.

"Eles são produtos que contêm uma substância chamada di-hidroxiacetona (DHA) na composição. O componente interage com a queratina presente na nossa pele, gerando um tom acastanhado que se fixa na região por cerca de sete dias", diz Kédima Nassif, dermatologista e tricologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

O problema é: caso não sejam aplicados de forma homogênea, e respeitando alguns cuidados, mancham ou duram menos do que o esperado. Kédima e a cosmetóloga e esteticista Bruna Marcon dão dicas para que a pele fique artificialmente ensolarada e à prova de borrões. E, acima, veja as novidades do mercado para bronzear artificialmente a pele.

1 - Esfolie e hidrate antes

A preparação da pele é tão importante quanto o ato de aplicar o autobronzeador. "Um ou dois dias antes de começar a utilizar o produto, é importante fazer uma esfoliação; seja corporal ou facial", diz Bruna Marcon. Para isso, é possível utilizar esfoliantes em creme ou pasta e até buchas vegetais em movimentos circulares, de forma branda. Como a pele do rosto é mais delicada, exige produtos próprios para a área.

Manter uma rotina de hidratação também faz com que a pele esteja em melhores condições para receber produtos que colorem. A recomendação é passar diariamente, por pelo menos uma semana antes do início do processo, um creme ou gel com propriedade nutritiva. "Esses dois passos fazem com que o bronzeamento fique mais uniforme e aderido à pele, porque estará sendo aplicado em uma superfície renovada, equilibrada e íntegra", diz Bruna.

2 - Cuidado com joelhos e cotovelos

Aplique uma menor quantidade de autobronzeador nos joelhos, pés e cotovelos. Essas áreas são ricas em queratina e absorvem mais cor, podendo apresentar tom mais escuro que as demais regiões do corpo, dando um aspecto artificial. Lembre-se também de passar o autobronzeador nos pés, muitas vezes esquecidos durante o processo.

Com luvas, modelo espalha o autobronzeador - Eduardo Knapp/Folhapress
Com luvas, modelo espalha o autobronzeador
Imagem: Eduardo Knapp/Folhapress

3 - Facilitador

Luvas plásticas, ou material próprio para a aplicação de produtos autobronzeadores, são indicadas para espalhar melhor o cosmético. "Elas evitam que as mãos fiquem completamente manchadas ao final do processo", diz Kédima Nassif. Caso não seja possível usar as luvas, lave muito bem as mãos antes de iniciar a aplicação e, ao terminar, tenha a certeza de ter removido todo o produto.

4 - As costas pedem ajuda

Especialmente na hora de passar o produto nas costas, o indicado é que você peça ajuda. Assim, o produto será melhor espalhado, evitando o acúmulo involuntário em áreas menos acessíveis pelas mãos.

5 - Escolhendo a marquinha

No dia em que for utilizar o autobronzeador, o ideal é usar trajes de banho ou roupa íntima. Escolha peças em tons escuros, para reduzir o risco de manchas. Ela deve ser a mais básica possível, sem recortes ou volumes, para facilitar a aplicação e evitar marquinhas indesejáveis.

Algumas mulheres acabam fazendo marcas com fitas adesivas, para dar um efeito mais impactante e simétrico. Seja qual for a preferência de marquinha, é importante não deixar acumular produto nos vincos das peças. Caso isso ocorra, o tom ali ficará mais escuro do que em outras áreas de aplicação mais fina e homogênea.

6 - De olho nas dobrinhas

Cuidado para não deixar excesso de produto nas dobrinhas, como abaixo do bumbum ou dos seios. Isso evita maior pigmentação nas regiões e possíveis manchas.

7 - Corpo seco

Aplique sempre o produto com o corpo seco, sem qualquer hidratante ou sinal de suor. Dessa forma é possível alcançar um bronzeado artificial mais homogêneo e que dure mais tempo.

8 - Cuidado com o look

Evite nas primeiras 24 horas após a aplicação o uso de roupas muito apertadas ou feitas com tecido sintético. "Elas causam atrito com a pele e podem diminuir a eficácia das substâncias autobronzeadoras depositadas no corpo", diz a esteticista Bruna Marcon.

9 - Rosto

Para bronzear artificialmente o rosto, use apenas produtos voltados para a área. Evite usar bronzeador tipo 'spray' na face, pois a substância pode alcançar os olhos e boca, ou redobre os cuidados de proteção.

10 - Zonas proibidas

Leia as instruções dos produtos autobronzeadores antes de aplicá-los. Além das particularidades de cada fabricante, fique atenta para não nunca passar o produto sobre áreas sensíveis, como região íntima, pálpebras e mucosas.

Faixa bônus - Deu ruim?

Caso você já tenha passado o autobronzeador e verificado algumas manchas, há medidas para amenizar o problema. "Para a remoção de manchas, tudo o que retire o produto mais rapidamente ajuda. Sendo assim, o uso de óleos, de esfoliantes e de buchas vegetais são interessantes", diz Kédima. Banhos mornos de banheira por, pelo menos, 15 minutos também fazem com que o bronzeador artificial saia da pele mais rapidamente.

Contraindicações

Pessoas com feridas, pele sensível ou muito alérgicas devem evitar o produto. Em geral, a depender dos componentes da fórmula, o autobronzeador é liberado para as gestantes depois do terceiro trimestre. As lactantes podem aplicá-lo, mas em áreas em que o bebê não tenha nenhum contato. Vale sempre ressaltar que é importante consultar um médico antes de iniciar o uso de um cosmético.

Beleza