Topo

Beijo sem permissão em "A Fazenda" pode ser importunação sexual; entenda

Phellipe Haagensen deu um beijo sem permissão em Hariany Almeida durante discussão em "A Fazenda 11" - Reprodução/ Record TV
Phellipe Haagensen deu um beijo sem permissão em Hariany Almeida durante discussão em "A Fazenda 11" Imagem: Reprodução/ Record TV

De Universa

28/09/2019 11h36

Na madrugada deste sábado (28), em uma discussão na "A Fazenda 2019", Phellipe deu um beijo na boca de Hariany sem a permissão da peoa. Após a cena, o público tem pedido a expulsão do participante. Porém, mais do que desrespeito, roubar beijo pode ser considerado um crime.

Desde setembro de 2018, dar um beijo sem permissão do outro indivíduo, mesmo que seja um selinho, é considerado um tipo de importunação sexual. De acordo com o 2º artigo da lei 13.718, importunação sexual é "praticar contra alguém sem a sua anuência um ato libidinoso com o objetivo de satisfazer a própria lascívia ou o desejo de terceiros." A infração pode render de um a cinco anos de reclusão caso o processo seja levado adiante.

Dentro da legislação, caso Hariany se sinta constrangida e faça um boletim de ocorrência, o beijo sem permissão dando por Phellipe pode ser investigado enquadrado nessa lei. "Se foi um ato libidinoso, pode se enquadrar dentro da lei", fala a advogada Gabriela Souza.

Discussão na "A Fazenda"

Após o selinho sem permissão, a peoa falou que Phellipe poderia acabar sendo penalizado pelo caso. "Se eu quiser te denunciar, eu denuncio, seu otário", disse Hariany. Na internet, o público está pedindo que a direção do programa expulse o peão alegando que a atitude dele foi assédio. A Record ainda não comentou.

Depois, o peão tentou se explicar com Hari, que exigiu que ele a respeitasse. "Você é louco. Eu tenho namorado, tenho uma família, você tem que me respeitar."

*com informações da reportagem "Beijo roubado e mão boba no bloco são crimes -- e há chances de dar cadeia"

Direitos da mulher